sicnot

Perfil

Avião desaparecido

Avião desaparecido

Voo MH370

Austrália duvida da hipótese de incêndio na origem do desaparecimento do MH370

As autoridades australianas manifestaram reservas sobre a possibilidade de um incêndio a bordo ter estado na origem do desaparecimento do avião da Malaysia Airlines. No início de setembro, foram localizados, ao largo de Madagáscar, destroços do aparelho que pareciam ter marcas de chamas. As dúvidas permanecem, incluindo se esses destroços são realmente do MH370.

"Não há provas de que estes destroços tenham estado expostos aos fogo ou ao calor", afirmou o ministro dos Transportes australiano, Darren Chester.

As marcas negras que são visíveis em duas peças resgatas podem ser "resultantes de uma resina translúcida que foi aplicada na superfície", refere um relatório do Ministério australiano dos Transportes.

Australia Transport Safety Bureau

Vários destroços foram localizados ao largo de Madagáscar e de países vizinhos, incluindo uma parte de uma asa do avião.

O MH370 desapareceu 40 minutos depois de descolar de Kuala Lumpur, rumo a Pequim, em março de 2014 com 239 pessoas a bordo.

Segundo as investigações, foram desligados os sistemas de comunicação e o avião foi desviado da rota para a zona sudeste do oceano Índico, onde terá caído.

Apenas parte de uma asa do Boeing 777, recuperada numa praia na Ilha da Reunião, país vizinho de Moçambique, foi definitivamente ligada ao MH370.

Buscas podem terminar no final do ano

A Austrália lidera as buscas, recorrendo ao uso de drones subaquáticos e sonares monitorizados a partir de navios especializados em buscas submarinas.

Malásia e China também têm participado nas operações de busca, mas todos os países envolvidos concordaram já que na ausência de "novas informações credíveis" a pesquisa terminará no final do ano.

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade.