sicnot

Perfil

FB Instant Articles

PM húngaro diz que UE "entregou-se à Turquia"

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, afirmou hoje que a União Europeia (UE) "entregou-se à Turquia" na crise dos migrantes e refugiados, sob o impulso da chanceler alemã, Angela Merkel, com consequências "impossíveis de prever".

© Bernadett Szabo / Reuters (Arquivo)

As declarações do chefe do Governo húngaro, ao semanário económico alemão Wirtschaftswoche, surgem no dia em que Angela Merkel e vários dirigentes europeus se deslocam à Turquia para tentar evitar que o país desrespeite o acordo com a União Europeia sobre a transferência de migrantes e refugiados.

"Entregámo-nos à Turquia. Tal coisa não é nunca boa", disse Viktor Orban, numa referência ao acordo entre Bruxelas e Ancara, impulsionado pela chanceler alemã.

Segundo o primeiro-ministro húngaro, que se opõe ao fluxo de refugiados na Europa, "a segurança da União Europeia não pode estar nas mãos de uma autoridade exterior".

A Turquia comprometeu-se a aceitar, no seu território, os migrantes e refugiados que entraram ilegalmente na Grécia desde 20 de março. O plano prevê que, por cada refugiado sírio que entre na Turquia, outro seja reencaminhado para um país da União Europeia.

A União Europeia aceitou, em contrapartida, dar à Turquia um apoio financeiro de três mil milhões de euros, relançar as discussões sobre a integração do país no 'grupo dos 28' e acelerar o processo de liberalização de vistos para os turcos.

Ancara exigiu, posteriormente, três mil milhões de euros suplementares, ameaçando não respeitar o acordo com Bruxelas se os turcos não ficarem isentos de vistos para entrar na União Europeia, a partir de junho.

"Nós, membros da União Europeia, já pagámos três mil milhões de euros à Turquia, em breve teremos de pagar três mil milhões suplementares. Impossível de prever onde isto vai acabar", disse Viktor Orban, que autorizou o acordo entre Bruxelas e Ancara.

O primeiro-ministro húngaro ressalvou que apoiou a "estratégia turca" apenas na condição de que a União Europeia teria "mais um sistema próprio de proteção de fronteiras" e defendeu que Bruxelas cometeu um erro ao concentrar-se na repartição de refugiados.

Lusa

  • Trump eleito personalidade do ano pela revista Time

    Mundo

    O Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, foi eleito personalidade do ano pla revista Time. O título é atribuído pela publicação norte-americana há quase 90 anos para distinguir a figura que marcou o ano.

  • Cerca de 100 mortos e dezenas de desaparecidos após sismo na Indonésia
    1:24
  • As camisolas de Natal da família real britânica

    Mundo

    O espírito natalício invadiu ontem o Museu Madame Tussauds, em Londres. Foram reveladas as novas figuras de cera da família real britânica - cada membro enverga uma camisola de espírito festivo, com cãezinhos "reais" e "gingerbreadmen" de gosto duvidoso.

  • Os dias na Terra estão a ficar mais longos

    Mundo

    Os dias estão a tornar-se mais longos, mas impercetivelmente, porque vão ser precisos 6,7 milhões de anos para aumentarem um minuto, segundo um estudo publicado quarta-feira pela Proceedings A da Royal Society britânica.

  • Com este vamos arrancar-lhe uma lagriminha!

    Mundo

    Nesta redação, não se vive só de notícias. Também gostamos de nos emocionar com o mundo virtual. Imbuídos pela quadra natalícia, decidimos partilhar este vídeo polaco consigo. O que é preciso para o emocionar? Um tema com uma mensagem simples e que nos faça lembrar que somos todos feitos de carne e osso. Um toque de humor. Um sentimento sazonal, mas nunca em excesso. Um cão [é preciso haver sempre um cão]. Um enredo e algum suspense que nos prenda ao écran. Algo que nos faça engolir em seco. Foi isto que fez um site de vendas online com um anúncio com o título: "Inglês para principiantes". Então? Atingimos o nosso objetivo? Com ou sem lágrima?

  • Leica: a marca lendária entre os fotógrafos
    5:54
    Futuro Hoje

    Futuro Hoje

    3ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    A Leica, das famosas máquinas fotográficas, abriu na semana passada a primeira loja em Portugal. Grande parte da produção da marca alemã é feita em Lousado, em Vila Nova de Famalicão, há 43 anos.