sicnot

Perfil

FB Instant Articles

Brasil e Argentina querem aproximação com o México ante sinais de protecionismo nos EUA

Os presidentes do Brasil, Michel Temer, e da Argentina, Mauricio Macri, sinalizaram hoje que buscarão uma aproximação com o México e demais países da América Latina para lidar com as incertezas trazidas pelo novo Governo dos Estados Unidos.

O chefe de Estado argentino, que dirige temporariamente o Mercosul (bloco de livre comércio fundado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai) disse numa visita oficial a Brasília que ele e Michel Temer discutiram uma aproximação com blocos comerciais da região e o México.

"Trabalhamos por uma aproximação [do Mercosul] com a Aliança do Pacífico e também com o México (...) Desejamos que nesta mudança de cenário o México comece a olhar para o sul com maior decisão.

Falei com o Presidente [Enrique] Peña Nieto para saber como estão as coisas e disse a ele que estamos abertos para aprofundar o diálogo e cooperar", frisou Mauricio Macri.

O Presidente brasileiro, por sua vez, aproveitou para anunciar acordos de cooperação com a Argentina e comentou que os dois países têm hoje o mesmo desafio de "promover o crescimento económico e da criação de empregos".

Nas últimas décadas, a Argentina tem sido um dos principais parceiros comerciais do Brasil.Em 2016, a soma das exportações e importações entre o Brasil e a Argentina atingiu 22,5 mil milhões de dólares (21,4 mil milhões de euros), com um excedente de 4,3 mil milhões de dólares (4 mil milhões de euros) para o Brasil, segundo informações divulgadas pelo Palácio do Planalto.

As empresas brasileiras venderam para a Argentina, no ano passado, principalmente automóveis de passageiros (25% do total das exportações), veículos de carga (8,8%) partes e peças de veículos (6,5%), e outros produtos manufaturados (4,7%).

Antes de encerrar a visita oficial com duração de apenas um dia, Maurício Macri será recebido no Congresso Nacional pelos presidentes do Senado (câmara alta parlamentar) e da Câmara dos Deputados (câmara baixa) e pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

Lusa


  • Ronaldo é o jogador que mais preocupa os marroquinos
    2:35
  • Recorda-se de Tahar? O ex-futebolista marroquino que já jogou em Portugal
    6:10
  • "Somos 11 milhões, queremos ser campeões e as russas são grandes canhões"
    3:54
  • Denis Cheryshev: o orgulho dos anfitriões

    Mundial 2018 / Rússia

    O avançado Denis Cheryshev foi eleito o Homem do Jogo entre Rússia e Egito, que os russos venceram por 3-1. Marcou o segundo golo dos anfitriões, o terceiro em nome próprio no Mundial e juntou-se a Cristiano Ronaldo no topo da lista de melhores marcadores. Aos 27 anos e a jogar o primeiro Mundial da carreira, Cheryshev continua a assumir-se como um dos principais rostos da esperança russa para o sucesso desta campanha. Depois de já ter sido o melhor em campo no triunfo sobre a Arábia Saudita, a nação anfitriã vê-o como uma espécie de porta-estandarte do orgulho russo na defesa da pátria.

  • Gato Achilles acerta no resultado do Rússia-Egito

    Desporto

    O gato Achilles é o adivinho dos jogos do Mundial na Rússia. Depois de ter acertado na vitória da Rússia frente à Arábia Saudita, o felino voltou a apostar na equipa certa, com os russos a vencerem esta terça-feira o Egipto por 3-1.

  • "Não tenho que debater nada com Bruno de Carvalho, só tenho que fazer cumprir os estatutos" 
    10:43
  • "Quando o Cristiano Ronaldo te convidar para almoçar, recusa"

    Desporto

    Na possibilidade de ser convidado por Cristiano Ronaldo para um almoço ou jantar, recuse. Este é o conselho de Patrice Evra, que revelou o "sofrimento" que passou quando aceitou almoçar em casa do capitão da seleção nacional, na altura em que ambos jogavam pelo Manchester United. O jogador francês falou sobre a comida "demasiado saudável" e o exercício que acabou por ter de fazer, enquanto podia estar a descansar.

    SIC

  • Ronaldo no País dos Sovietes: O espetáculo fora das quatro linhas
    2:30
  • "Quero ir com a minha tia", o desespero das crianças afastadas dos pais nos EUA
    2:11