sicnot

Perfil

New Articles

Pinto Balsemão diz que PSD existe por si próprio independentemente de coligações

Pinto Balsemão diz que PSD existe por si próprio independentemente de coligações

Francisco Pinto Balsemão sublinha que o PSD existe por si próprio independentemente de coligações. O militante número 1 do partido admitiu, nas comemorações dos 40 anos do PSD, ontem à noite, que discordou muitas vezes de Passos Coelho. A primeira fila da cerimónia contou com ex-líderes como Barroso, Santana Lopes e Rebelo de Sousa.

  • Francisco Pinto Balsemão faz votos para que Passos volte a ser primeiro-ministro
    1:28

    País

    Francisco Pinto Balsemão lembrou hoje ao partido que o PSD tem uma existência própria, muito para além das coligações que tenha de fazer. No fecho das comemorações dos 40 anos do partido, o militante número um dos sociais democratas elogiou Passos Coelho e fez votos para que ele volte a ser primeiro-ministro, durante os próximos quatro anos.

  • Passos arrasa propostas do PS e alerta para ameaça à liberdade de imprensa
    3:54

    País

    Passos Coelho arrasa o plano macroeconómico do PS e avisa que as propostas socialistas não respeitam as regras e os compromissos europeus. No discurso que marcou o encerramento das comemorações dos 40 anos do PSD, o primeiro-ministro e líder social-democrata atacou ainda o PS por se intrometer na liberdade de imprensa. Os elogios estavam guardados para Cavaco Silva, que considera um Presidente exemplar e para o trabalho do Governo que garante estar apostado em resolver os problemas do país, sem pensar em eleições.

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.