sicnot

Perfil

New Articles

Cheias no Japão já mataram três pessoas e inundaram milhares de casas

Cheias no Japão já mataram três pessoas e inundaram milhares de casas

As intensas cheias que atingiram o Japão já causaram a morte de três pessoas e deixaram dezenas desaparecidas, informaram hoje as autoridades, quando milhares de profissionais foram destacados para ajudar no resgate de residentes.

As chuvas mais fortes em décadas continuam a cair no país, ameaçando piorar as condições atmosféricas causadas pelo tufão Etau, que chegou ao Japão no início da semana.

Pelo menos 25 pessoas, incluindo duas crianças de oito anos, estão desaparecidas na cidade de Joso, a cerca de 60 quilómetros de Tóquio, segundo a emissora pública NHK, que cita as autoridades locais,

As cheias causaram deslizamentos de terras e transbordo dos rios, incluindo do Kinugawa.

Quando o dique do Kinugawa cedeu em Joso, de 65.000 habitantes, uma área de 32 quilómetros quadrados ficou inundada, incluindo 6.500 casas.

Imagens aéreas mostram casas a serem arrastadas pela corrente e residentes de Joso a acenarem com toalhas para pedir ajuda, enquanto embarcações do exército tentam resgatar a população e helicópteros retiram pessoas dos telhados.

"Foi a primeira vez que vi um dique rebentar no rio Kinugawa", disse à AFP um residente idoso.

O porta-voz do Governo Yoshihide Suga disse que cerca de 5.8000 tropas, polícia e bombeiros tinham sido hoje enviados para as áreas inundadas.

Com Lusa

  • "O PSD não é o bombeiro de serviço desta geringonça"
    1:09

    TSU

    O líder da bancada social-democrata avisa os partidos da esquerda para que tenham o caso da TSU como exemplo e não voltem a usar o PSD como muleta em situações em que não estejam de acordo com o Governo, como pode vir a acontecer com as PPP no setor da saúde. Luís Montenegro foi entrevistado esta manhã na SIC Notícias.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.