sicnot

Perfil

New Articles

Rio de Janeiro com mais polícia nas ruas para prevenir arrastões

Rio de Janeiro com mais polícia nas ruas para prevenir arrastões

O Rio de Janeiro, um dos mais famosos destinos turísticos do Brasil, aumentou a segurança nas ruas para prevenir os chamados arrastões à beira-mar. O responsável da Polícia Municipal do Rio de Janeiro, explica quais são os objectos mais procurados pelos assaltantes.

Os assaltos coletivos e em massa são normalmente cometidos por grupos de adolescentes. Os alvos preferenciais dos assaltantes são os turistas que se encontram nas praias.

Para evitar este tipo de assaltos, milhares de polícias foram recolocados juntos às zonas consideradas mais críticas. As forças de segurança contam com o apoio de helicópteros e postos móveis de observação de praia.

Até 2016, a segurança no Rio de Janeiro tende a aumentar com o aproximar dos Jogos Olímpicos. A cidade vai contar com mais de 80 mil militares nas ruas durane o maior evento desportivo do mundo.

  • Pelo menos 2 mortos em Guadalupe à passagem do furacão Maria

    Mundo

    A passagem na terça-feira do furacão Maria pelo arquipélago francês de Guadalupe, nas Caraíbas, provocou a morte de duas pessoas, indicou o governo. Em declarações à Rádio RCI, Eric Maire, delegado do governo, disse que um homem morreu devido à queda de uma árvore, e que outra pessoa foi encontrada morta junto ao mar.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.