sicnot

Perfil

Mundo

França e Reino Unido abstêm-se em votação sobre admissão da Palestina, Portugal mantém abertura

França e Reino Unido vão abster-se na votação de qualquer resolução sobre a admissão da Palestina como Estado membro das Nações Unidas, enquanto Portugal mantém em aberto uma posição final, disseram à Lusa fontes diplomáticas na ONU.

Arquivo Reuters

Arquivo Reuters

© Sharif Karim / Reuters

De acordo com uma fonte diplomática de um país europeucom poder de veto no Conselho de Segurança, não vai haver em relação à questãopalestiniana coordenação de voto entre os 4 países da União Europeia noorganismo - França, Reino Unido, Alemanha e Portugal.

As posições de França e Reino Unido deverão ser expostasa nível nacional nos próximos dias, adiantou a mesma fonte.

Embora ainda não esteja agendada uma votação sobre opedido de admissão palestiniano, a correlação de forças contra e a favor serádeterminante para um dos países membros do Conselho de Segurança mais próximosda Palestina, comoo Líbano, vir a promover a submissão de uma resolução a votação.

Quinta feira, realizou-se na sede da ONU a primeirareunião em que os diferentes países declararam a sua posição em relação àadmissibilidade da candidatura palestiniana.

Entre os países favoráveis contam-se Rússia, China,África do Sul, Brasil, Índia e Líbano.

Outros países membros reservaram a sua posição, caso dePortugal, que preside em novembro ao Conselho de Segurança, e também daAlemanha.

Contactada pela Lusa, fonte da missão portuguesa adiantouque a missão considera que a Palestina "reúne as condições" para a admissão comomembro da ONU, mas sublinha que é "importante ter em conta um processonegocial que conduza a uma solução pacífica com dois Estados", israelita epalestiniano.

Naquarta feira, o embaixador português na ONU, Moraes Cabral, disse que Portugalnão iria decidir "no vago e em abstrato", e que a "resolução  [sobre a admissão], se existir até podeter diferentes formulações".

Portugal absteve-se na votação da admissão da Palestina como membro daUNESCO, agência da ONU para a Educação e Cultura, enquanto países europeus comoa França ou a Espanha votaram a favor.

Em relação a pedidos de admissão palestinianos aentidades do sistema Nações Unidas, Moraes Cabral afirma que "cadasituação será apreciada pelo seu justo valor".

Para ver aprovada a sua candidatura, a Palestina vai precisarde nove votos favoráveis, e que nenhum dos cinco membros com poder de veto -Estados Unidos, Reino Unido, China, Rússia e França - bloqueie o processo.

Washington, contudo, opõe-se totalmente à adesão da Palestina e já anunciou aintenção de vetar qualquer resolução.

O pedido de admissão deu entrada no Conselho de Segurançano final de setembro, pela mão do presidente da Autoridade Palestiniana, e os15 países membros decidiram então remetê-lo para um grupo de trabalhoespecializado.

Lusa

  • A história do português que escapou ao sismo em Itália

    Sismo em Itália

    A SIC entrevistou um português que estava numa das aldeias afetadas pelo sismo, a menos de um quilómetro de Amatrice. Bruno Correia foi projetado da cama onde dormia e ficou preso na casa. Só conseguiu escapar algum tempo depois. Não ficou ferido e ainda esteve a ajudar as pessoas que perderam as casas.

  • Sismo em Itália deixa 2.500 pessoas sem casa

    Sismo em Itália

    As contas ainda estão por fechar mas está confirmada a morte de pelo menos 250 pessoas em Itália. Há ainda muitos desaparecidos. Uma réplica do sismo com uma magnitude de 4.3 provocou ainda mais devastação na cidade mártir, Amatrice. O número de réplicas é assutador, já foram sentidas mais 400. Duas mil e quinhentas pessoas ficaram sem casa.

  • Ronaldo melhor jogador da Europa

    Cristiano Ronaldo

    ​Cristiano Ronaldo venceu o prémio de Melhor Jogador da Europa com 40 dos 55 votos (72,7%) e igualou Lionel Messi com dois triunfos na eleição da UEFA. O jogador francês do Atlético de Madrid, Antoine Griezmann ficou no segundo lugar, com oito votos, mais um do que o colega galês de Ronaldo no Real Madrid, Gareth Bale.

  • "A questão de Ponte de Sor foi conduzida pelo Governo de forma irrepreensível"
  • MP quer ouvir gémeos iraquianos na qualidade de arguidos

    Agressões em Ponte de Sor

    O Ministério Público considera "essencial para o esclarecimento dos factos" de Ponte de Sor que os dois jovens sejam ouvidos em interrogatório, na qualidade de arguidos. Assim, o Ministério dos Negócios Estrangeiros vai dar seguimento ao pedido do Ministério Público e pedir ao Iraque o levantamento da imunidade diplomática dos dois filhos do embaixador.

  • Bombeiro com transplante de face é considerado um "milagre da medicina"
  • Trump autoproclama-se "Mister Brexit"

    Brexit

    O candidato republicano à Casa Branca Donald Trump autoproclamou-se esta quinta-feira de "Mister Brexit", depois de aparecer num comício nos Estados Unidos com o eurodeputado Nigel Farage, que liderou a campanha do Reino Unido para abandonar a União Europeia.

  • "Todos os dias me dizia a mim própria que ia conseguir"
    Primeiro Jornal

    Primeiro Jornal

    TODOS OS DIAS 13:00

    Telma Monteiro conquistou a única medalha de Portugal nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro ao bater a romena Corina Caprioriu por yuko. A judoca portuguesa esteve no Primeiro Jornal e disse que desta vez acreditou mais que era possível trazer uma medalha para Portugal e que todos os dias dizia para ela própria "que ia conseguir". Telma lembra que "quando os atletas se referem aos apoios muitas vezes não se estão a referir a dinheiro".

    Entrevista SIC

  • Morreu estilista francesa Sonia Rykiel

    Mundo

    A estilista de moda francesa Sonia Rykiel, conhecida como "a rainha da malha", morreu hoje em Paris aos 86 anos, após uma longa batalha contra a doença de Parkinson, anunciou a filha Nathalie.

  • Morreu "a menina da rádio"

    Cultura

    A atriz Maria Eugénia, de 89 anos, que participou em filmes como "A menina da rádio" e "O leão da Estrela", morreu esta quinta-feira em Lisboa, disse à Lusa o filho, o poeta Fernando Pinto do Amaral.