sicnot

Perfil

Mundo

NATO transfere segurança para afegãos até meados de 2013

A NATO vai transferir a responsabilidade  pela segurança para os afegãos "até meados de 2013" e assumirá um papel  de apoio até ao final de 2014, anunciou hoje a organização na declaração  final da Cimeira de Chicago. 

(Reuters)

(Reuters)

© Jim Young / Reuters

"Até meados de 2013 (...), as forças de segurança afegãs serão as principais  responsáveis pela segurança em todo o país. Com essa etapa ultrapassada,  o papel da força internacional evoluirá crescentemente de uma missão principalmente  de combate para uma missão de formação, conselho e assistência", até ao  final de 2014, segundo o documento. 

Entre meados de 2013 e o final de 2014, as tropas da NATO vão manter-se  no país para "garantir que os afegãos beneficiam do apoio de que necessitam  para se adaptarem às novas responsabilidades, mais importantes". 

"Estamos a reduzir a nossa força, gradual e responsavelmente, para completar  a missão da ISAF a 31 de dezembro de 2014", lê-se no texto sobre a Força  Internacional de Assistência à Segurança, a missão da NATO no Afeganistão.

A declaração confirma o calendário estabelecido na Cimeira de Lisboa  (novembro de 2010). A transferência da responsabilidade de segurança para  os afegãos foi dividida em cinco fases, a terceira das quais foi lançada  este mês. 

No documento, os aliados manifestam o compromisso para com o Afeganistão  após a saída das tropas, prometendo "um sólido apoio político e prático,  a longo prazo". 

"A NATO está preparada para estabelecer, a pedido do governo do Afeganistão,  uma nova missão, pós-2014, de natureza diferente, para treinar, aconselhar  e assistir as forças de segurança afegãs", declararam. 

"Essa não será uma missão de combate. Encarregamos o Conselho (do Atlântico  Norte) de começar imediatamente a trabalhar no processo de planeamento militar  para a missão pós-ISAF", acrescentam. 

Na declaração, os líderes da Aliança Atlântica apelam por outro lado  ao Paquistão para que reabra as vias de abastecimento às colunas da coligação  internacional no Afeganistão "assim que possível". 

A reabertura das vias de abastecimento, estratégica para a saída gradual  da NATO do Afeganistão, está num impasse devido aos custos de passagem exigidos  pelo Paquistão, considerado inaceitável pelos Estados Unidos. 

No documento, a NATO manifesta o seu apreço à Rússia e aos países da  Ásia Central por autorizarem a passagem das colunas de abastecimento da  Aliança pelos seus territórios. 

Os 28 membros da Aliança Atlântica discutiram a missão no Afeganistão  no jantar de domingo. Para hoje está prevista uma reunião dos aliados com  os outros 22 países que participam na ISAF. 

Com Lusa

  • Mãe de Michelle e Lidiana: "Nunca imaginei que ele as tivesse matado"
  • Turquia inaugura uma das maiores pontes suspensas do mundo

    Mundo

    A Turquia inaugura, esta sexta-feira, uma das maiores pontes suspensas do mundo. A nova ponte no Bósforo, que liga os lados europeu e asiático de Istambul custou cerca de 800 milhões de euros e é uma das obras públicas defendidas pelo Presidente turco. Este empreendimento não está isento de polémicas, com críticas dos ambientalistas que falam em danos irreparáveis nos ecossistemas.

  • Turista checa resgatada ao fim de um mês nas montanhas da Nova Zelândia

    Mundo

    As autoridades da Nova Zelândia resgataram com vida, uma turista que estava desaparecida há um mês numa zona montanhosa. A mulher de nacionalidade checa conseguiu sobreviver ao frio e à neve do rigoroso inverno neozelandês. Pavlina Pizova viajava com o namorado de 27 anos que acabou por morrer ao fim de dois dias de caminhada.

  • Turquia enviou seis novos carros de combate para a Síria

    Mundo

    ​A Turquia enviou hoje mais seis carros de combate para a Síria num momento em que os rebeldes apoiados por Ancara continuam a desminagem na cidade de Jarablos, tomada esta semana pelo grupo extremista Estado Islâmico, constatou a AFP.

  • Teste identifica 87% dos cancros de origem desconhecida

    Mundo

    Um estudo de investigação clínica, liderado pelo médico Manel Esteller, criou um teste epigenético de aplicação imediata que identifica 87% dos cancros de origem desconhecida, o que permite prescrever tratamentos específicos e aumentar a sobrevivência do doente.

  • Benfica procura regresso às vitórias na Madeira

    Desporto

    O Benfica visita hoje o Nacional, no Funchal, onde vai tentar regressar às vitórias na I Liga de futebol, à passagem da terceira jornada, na véspera do 'clássico' de Alvalade, que opõe os líderes Sporting e FC Porto.

  • Lopetegui diz que não fecha a porta a Casillas

    Desporto

    Iker Casillas está fora da primeira convocatória de Julen Lopetegui como selecionador espanhol. O jogador de 35 anos já não tinha sido titular na seleção no Europeu de França. DeGea assume titularidade da baliza espanhola mas Lopetegui diz que não fecha a porta a Casillas.