Mundo

Novo presidente do Egito pede fim do derramamento de sangue 

O presidente egípcio, Mohamed Morsi, pediu hoje  o fim do derramamento de sangue na Síria, afirmando que o Egito está ao  lado do povo sírio. 

© Handout . / Reuters

"Apoiamos o povo sírio e queremos que o derramamento de sanguepare",  afirmou num discurso naUniversidade do Cairo. Numa intervenção após a sua tomada de posse no TribunalConstitucional,  Mohamed Morsi lembroutambém que o Egito apoia os"direitos legítimos" dos palestinianos e quer trabalhar para a reconciliação entre osmovimentos  rivais Hamas e Fatah. 

O Egito "está ao lado do povopalestiniano de forma a obter todos os seus legítimos direitos e vamos trabalhar para conseguir areconciliação  palestiniana", disseMorsi. O recém investido presidente do Egitoacrescentou ainda na sua intervenção  naUniversidade do Cairo que, a partir de agora, o exército voltará adedicar-se  aos deveres de protegar asegurança da pátria. 

"A Junta Militar cumpriu a sua promessa de que não será umaalternativa  à vontade popular" eque agora "as instituições eleitas voltarão a desempenhar  as suas funções e o exército voltará adedicar-se à proteção da segurança  dapátria", afirmou Mohamed Morsi. 

 

     

Lusa

  • "Sou assim, genuíno e frontal". O resumo da entrevista de Bruno de Carvalho à SIC Notícias
    3:47
  • Terá mesmo valido a pena tomar óleo de fígado de bacalhau na infância?

    Mundo

    Os suplementos de ómega 3 não trazem grandes benefícios na prevenção de enfartes, acidente vascular cerebral (AVC) ou morte prematura, concluiu um estudo a pedido da Organização Mundial de Saúde (OMS). A geração que foi obrigada pelos pais a tomar óleo de fígado de bacalhau não está assim muito mais protegida destas doenças que as outras.

  • Rádio Escuta dá voz aos imigrantes que vivem em Lisboa
    4:02
  • Centenas de pessoas no funeral de João Semedo
    2:22
  • Quem é a nova líder da Sonae?
    2:16

    Economia

    Aos 49 anos, a filha mais nova de Belmiro de Azevedo é a nova líder do grupo Sonae. Quem a conhece diz que Cláudia Azevedo herdou o feitio do pai. Também não gosta de ouvir "não" e tem bom humor.