Última Edição

0
0:05

Última Edição

1
0:22

Jesús Corona admite que FC Porto é "um grande passo" na carreira

2
1:32

Moutinho foi única baixa no primeiro dia de trabalhos da seleção nacional

3
1:47

Bruxelas promete acolher refugiados em fuga à guerra

4
1:31

Áustria reforça patrulhamento junto à fronteira com a Hungria

5
2:03

Obama faz visita presidencial inédita ao Alasca

6
2:30

Explosão em Palmira causa estragos ainda incalculáveis

7
1:41

Desemprego atinge valor mais baixo desde 2010

8
1:09

Acidente no IC9, em Ourém, fez um morto e sete feridos

9
2:06

Magistrados fazem balanço negativo um ano após reforma judicial

10
1:18

Homicídio em Leiria ocorreu à porta de um café

11
2:30

Ambiente de consternação na Quinta do Conde após triplo homicídio

12
1:04

Três militares da GNR agredidos por causa de apreensão de veículo

13
1:33

Governo permite incentivos para atrair médicos ao Interior e ao Sul

14
2:48

The Gift assinalam 20º aniversário com dois concertos

17:02 12.09.2012

Primeiro-ministro russo defende libertação de elementos do grupo punk "Pussy Riot" 

REUTERS (Reuters)

O primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev,  considerou hoje que as jovens do grupo punk "Pussy Riot" já foram suficientemente  castigadas e a continuação na prisão é contraproducente.

"Parece-me que, neste caso, é contraproducente continuar a mantê-las  na prisão. Seria suficiente uma pena suspensa tendo em conta o tempo que  elas já passaram na prisão", declarou num encontro com militantes do Partido  Rússia Unida. 

Nos finais de fevereiro, cinco jovens mascaradas entraram no Templo  de Cristo Redentor, o principal templo cristão ortodoxo de Moscovo, e realizaram  uma oração a Nossa Senhora para "livrar a Rússia de Putin". Três delas foram  detidas e condenadas a dois anos de prisão. 

"Do ponto de vista emocional, eu ainda não falei disso. Sinceramente  falando, e peço-vos desculpa pela expressão pouco parlamentar, provoca-me  vómitos o que elas fizeram, o seu aspeto externo, a histeria que acompanhou  tudo o que aconteceu", acrescentou o primeiro-ministro russo. 

"A pena que já cumpriram, a longa passagem pela prisão são bem suficientes  para que elas tenham repensado no que aconteceu na sua vida devido à sua  tontice ou a outras razões", concluiu. 

Contactado pela Lusa, Nikolai Polozov, um dos advogados de defesa das  jovens, saudou as declarações de Medvedev, mas receia que tenham um efeito  contrário ao desejado. 

"As palavras de Medvedev sobre a libertação das jovens são positivas,  pois permitiriam cumprir o nosso programa mínimo. Nós sempre dissemos que  a permanência das jovens na prisão é ilegal e prejudicial para a imagem  da Rússia", declarou por telefone. 

 "Mas receamos que elas tenham um efeito contrário. O primeiro-ministro  declarou que a pena de prisão de dez anos para a ativista da oposição Taísa  Ossipova foi demasiada. A acusação pediu a redução para quatro anos, mas  o tribunal decidiu condená-la a oito anos", acrescentou. 

Taísa Ossipova, ativista da oposição ao Kremlin, foi acusada de tráfico  de droga e, inicialmente, condenada a dez anos de prisão. Durante uma onda  de protestos contra essa sentença, que a oposição considerou tratar se de  uma "condenação política", Medvedev defendeu que a pena era demasiada e  pediu a revisão do caso. 

A acusação pública pediu quatro anos de prisão para a jovem que disse  ter sido condenada por motivos políticos, mas o tribunal decidiu condená-la  a oito anos, não obstante algumas das testemunhas terem declarado que foram  obrigadas a difamar pela polícia. 

"Estou muito cético quanto às consequências das declarações do primeiro-ministro",  concluiu o advogado. 

 

Lusa

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Mundo

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
23:40
Pharol com prejuízoas de 14,2 M€ no 1º semestre de 2015
23:30
Crédito a clientes do Novo Banco recuou 1,2 mil M€ no 1º semestre
22:55
Ricardo Pereira emprestado pelo FC Porto ao Nice por duas épocas
22:51
Bétis contrata ex-Sporting Ricky Van Wolfswinkel
22:50
FC Porto pagou 10,5 M€ ao Twente por Jesús Corona
22:50
ONU confirma destruição do templo de Bel pelo "Estado Islâmico"
22:49
União da Madeira e Vitória de Guimarães empatam 0-0 na I Liga
22:49
Filipe Augusto e Aarón Ñíguez reforçam Sporting de Braga
22:48
Hernâni emprestado pelo FC Porto ao Olympiacos
22:48
Marselha oficializa chegada por empréstimo do chileno Mauricio Isla
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .