sicnot

Perfil

Mundo

FAO espera que em 2015 o número de pessoas com fome baixe para metade

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação  e a Agricultura (FAO) confia que em 2015 se possa alcançar o Objetivo do  Desenvolvimento do Milénio que prevê reduzir para metade o número de pessoas  com fome. 

Segundo explicou hoje o diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva,  alcançaram-se importantes avanços nesta área, já que se conseguiu reduzir  em 132 milhões o número de pessoas com fome desde 1990 no mundo.  

Além disso, nos países em desenvolvimento, a população com fome passou  de 23,2 por cento para 14,9 por cento. 

O diretor-geral admitiu em comunicado que existem cerca de 870 milhões  de pessoas que passam fome, um número que aumentou principalmente em África  e no Médio Oriente.  

"O progresso na redução da fome parou desde 2007", advertiu depois da  sessão inaugural da reunião da Segurança Alimentar Mundial (SAM). 

O responsável da FAO definiu o Comité de Segurança Alimentar Mundial  como a "pedra angular da nova administração global que estamos construindo  juntos" e instou os integrantes da SAM a trabalharem juntos pelo desenvolvimento  do investimento agrícola "responsável". 

Durante a reunião, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, fez um apelo  à ação através de um vídeo em que pediu aos participantes a "eliminação  da fome". 

Nesse sentido, Graziano da Silva acrescentou: "f medida que renovamos  e incrementamos o nosso compromisso de alcançar o Objetivo do Desenvolvimento  do Milénio de redução da fome, procuramos ir mais além até à sua total erradicação,  já que, quando se trata da fome, o único número aceitável é o zero". 

O objetivo do "Desafio Fome Zero" inclui a procura da sustentabilidade  de todos os sistemas alimentares, o aumento das oportunidades para os pequenos  agricultores, a redução das perdas de alimentos, um maior acesso aos alimentos  e o fim da desnutrição no mundo. 

Lusa

  • Perícias médico-legais às brasileiras marcadas para segunda-feira

    País

    As autoridades vão na próxima segunda-feira fazer as perícias médico-legais aos três corpos encontrados numa fossa em Tires. Dinai Gomes, o principal suspeito de ter assassinado as mulheres brasileiras, está ao que tudo indica no Brasil. A PJ quer saber quem morreu primeiro e de que forma agiu o suspeito.

  • Restaurantes ajudam vítimas do sismo em Itália

    Sismo em Itália

    Têm surgido várias ações solidárias para ajudar as vítimas do sismo por toda a Itália. Mais de 700 restaurantes vão ter no menu o prato típico da localidade de Amatrice, que foi a região mais afetada, e parte da receita vai ser doada à Cruz Vermelha.

  • Menina de 9 anos morreu para salvar irmã de 5 em Itália
  • "Carro, carro, carro" foram as primeiras palavras de Ruben Cavaco depois do coma

    Agressões em Ponte de Sor

    No caso de Ponte de Sor, o semanário Expresso revela este sábado o que foi dito por Ruben Cavaco depois de ter saído do coma. O rapaz agredido pelos filhos do embaixador do Iraque disse e repetiu a palavra "Carro", o que volta a levantar a suspeita de que terá sido atropelado. Mas esta não é a única revelação, o jornal falou com três jovens do grupo que garantem que nunca tiveram qualquer intenção racista.

  • Cão não abandona caixão do dono que foi vítima do sismo em Itália

    Sismo em Itália

    Um cão permaneceu junto ao caixão do dono, que morreu na sequência do sismo que atingiu o centro de Itália. Este sábado, a Itália despediu-se de 35 das vítimas do sismo que abalou o país. Junto a um dos caixões estava um cão ao pé do dono. Ninguém sabe o nome dele, mas a imagem do animal, devoto ao dono mesmo após a morte, está a comover os internautas. O homem, cuja identidade é também desconhecida, foi colocado num caixão, junto a outros, num ginásio feito casa mortuária.

  • Casal resgatado depois de escrever "SOS" na areia

    Mundo

    A guarda Costeira norte-americana resgatou esta sexta-feira um casal depois de ter visto um pedido de ajuda escrito na areia numa ilha da Micronésia, no Pacífico. O SOS escrito na areia foi avistado por uma aeronave da Marinha que enviou a localização dos náufragos para a guarda costeira.

  • Polícia resgata cão fechado dentro de um carro em Espanha

    Mundo

    A polícia de Badajoz resgatou um cão que tinha sido deixado fechado dentro de um carro por uma mulher portuguesa. O veículo estava num parque de estacionamento de um centro comercial. Os guardas tiveram de partir o vidro porque o animal já estava a asfixiar.