Última Edição

0
0:05

Última Edição

1
1:11

PP venceu em Madrid mas perdeu maioria absoluta

2
1:19

PS afasta hipótese de acordo com Governo sobre Segurança Social

3
2:00

António Costa promete prudência na redução da TSU

4
0:31

Jerónimo denuncia "arranjinho" da ministra com o PS para cortar pensões

5
0:48

Ministro confirma promoção de mais de seis mil militares este ano

6
5:23

Money One e Transfex fechadas há um mês por suspeita de branqueamento de capitais

7
3:20

Marcha por jovem de Salvaterra de Magos foi também um apelo à paz

8
2:17

Ministra confirma inquérito para identificar responsáveis de confrontos no Marquês

9
0:33

Presidente do Tondela muito satisfeito com subida inédita à Primeira Liga

10
1:37

Adeptos do Sporting da Covilhã acreditaram na subida até ao fim

11
3:24

Volkswagen dominou rali de Portugal com três carros no pódio

12
3:08

Eleições históricas em Espanha trazem dois novos partidos ao paradigma político

13
1:28

EUA falam em falta de vontade de soldados iraquianos para lutar em Ramadi

14
2:04

Centenas de famílias marcaram presença no Mini Primavera Sound

20:11 15.10.2012

FAO espera que em 2015 o número de pessoas com fome baixe para metade

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação  e a Agricultura (FAO) confia que em 2015 se possa alcançar o Objetivo do  Desenvolvimento do Milénio que prevê reduzir para metade o número de pessoas  com fome. 

Segundo explicou hoje o diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva,  alcançaram-se importantes avanços nesta área, já que se conseguiu reduzir  em 132 milhões o número de pessoas com fome desde 1990 no mundo.  

Além disso, nos países em desenvolvimento, a população com fome passou  de 23,2 por cento para 14,9 por cento. 

O diretor-geral admitiu em comunicado que existem cerca de 870 milhões  de pessoas que passam fome, um número que aumentou principalmente em África  e no Médio Oriente.  

"O progresso na redução da fome parou desde 2007", advertiu depois da  sessão inaugural da reunião da Segurança Alimentar Mundial (SAM). 

O responsável da FAO definiu o Comité de Segurança Alimentar Mundial  como a "pedra angular da nova administração global que estamos construindo  juntos" e instou os integrantes da SAM a trabalharem juntos pelo desenvolvimento  do investimento agrícola "responsável". 

Durante a reunião, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, fez um apelo  à ação através de um vídeo em que pediu aos participantes a "eliminação  da fome". 

Nesse sentido, Graziano da Silva acrescentou: "f medida que renovamos  e incrementamos o nosso compromisso de alcançar o Objetivo do Desenvolvimento  do Milénio de redução da fome, procuramos ir mais além até à sua total erradicação,  já que, quando se trata da fome, o único número aceitável é o zero". 

O objetivo do "Desafio Fome Zero" inclui a procura da sustentabilidade  de todos os sistemas alimentares, o aumento das oportunidades para os pequenos  agricultores, a redução das perdas de alimentos, um maior acesso aos alimentos  e o fim da desnutrição no mundo. 

Lusa

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Mundo

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
23:10
SDC - Investimentos com lucro de 2,2 M€ no 1º trimestre
23:06
We Trust a 19 de junho no Theatro Circo de Braga
23:06
Mafalda Veiga atua a 13 de junho no Teatro Aveirense
23:06
José Cid em concerto a 6 de junho em Évora
23:05
Costa acusa coligação de prolongar a incerteza nos portugueses
23:03
Presidente da Ass. Port. de Reformados contra descida da TSU
23:02
Jerónimo denuncia "arranjinho" da ministra com PS sobre pensões
23:02
António Costa promete prudência na redução da TSU
22:59
"Estado Islâmico" matou 400 pessoas em Palmira, Síria
22:39
Treinador Manuel Machado renova com o Nacional até 2016
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .