Última Edição

0
0:05

Última Edição

1
2:25

Estado paga cerca de 280 mil euros para formar quatro pilotos do Exército

2
2:49

Comparticipação de medicamento para hepatite C poderá estar para breve

3
2:11

Administradores do Centro Hospitalar Entre Douro e Vouga não querem novo mandato

4
1:38

António Vitorino não afasta a possibilidade de se candidatar a Belém

5
2:15

Presidente da Associação dos Agentes de Execução detido por suspeita de peculato e falsificação

6
1:50

Presidente do governo regional dos Açores recebido pelo primeiro-ministro

7
1:10

Apple anuncia lucros de 16 mil milhões de euros no último trimestre de 2014

8
2:24

Parlamento português discute resultados das eleições gregas

9
1:17

Novo governo grego vai voltar a contratar as quase 600 empregadas de limpeza despedidas

10
1:13

DGS cria reserva estratégica de medicamento para casos graves de gripe

11
2:51

Agravamento da situação no leste da Ucrânia discutido esta quinta-feira em Bruxelas

12
1:41

Aumentam os confrontos entre o Hezbollah e o exército israelita

13
2:09

Equipa liderada por português descobre sistema solar com idade recorde

14
2:44

Banda do Mar são a mais recente confirmação para o Super Bock Super Rock

11:38 03.06.2013

Suspeitos da morte de soldado em Londres ouvidos hoje em tribunal

Os dois suspeitos da morte de um soldado em Londres vão comparecer hoje em dois tribunais da capital britânica, indicaram fontes judiciárias citadas pela agência AFP.

Michael Adebolajo, de 28 anos, vai apresentar-se no tribunal de Westminster,  depois de ter sido acusado no sábado da morte do soldado Lee Rigby, de 25  anos, de tentativa de homicídio de dois polícias e da posse de uma arma  de fogo. 

O outro suspeito, Michael Adebowale, de 22 anos, deverá apresentar-se  no tribunal de Old Bailey, no centro de Londres, para uma audiência de libertação  sob caução, antes de uma audiência preliminar do seu processo, agendada  para o dia 28. 

Adebowale é acusado de homicídio e de posse de arma de fogo e deverá  também apresentar-se na quinta-feira no tribunal de Westminster para confirmar  a sua identidade e morada, depois de ter saído do hospital na semana passada.

Os dois suspeitos de origem nigeriana foram detidos a 22 de maio no  local do crime, tendo sido feridos a tiro, o que fez com que fossem hospitalizados.

O soldado britânico foi atingido por um carro e depois morto à facada.

Lusa

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Mundo

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .