Última Edição

0
0:05

Última Edição

1
3:12

PSD perdeu e reconquistou maioria absoluta na Madeira em poucas horas

2
1:26

PCP acusa PSD de "chapeladas" na contagem de votos na Madeira

3
1:10

Santana Lopes fala em "sorte" do PSD por ter conquistado maioria absoluta na Madeira

4
3:18

Comissão de Proteção de Dados confirma existência de lista VIP

5
1:32

Bernardino Soares volta a criticar Paulo Núncio pela lista VIP

6
0:31

Costa vai apresentar renúncia ao mandato de presidente da Câmara de Lisboa

7
0:09

Luís Montegro diz que António Costa "não leva o mandatos até ao fim"

8
2:05

Passos diz preferir não gastar dinheiro europeu a gastá-lo mal

9
1:16

Trabalhador de 27 anos morre soterrado em Bragança

10
1:31

Recluso agrediu violentamente dois guardas na prisão de Castelo Branco

11
2:22

Lubitz referiu à Lufthansa que sofreu uma depressão severa

12
1:59

Polícia turca proibiu cobertura televisiva de sequestro de procurador em Istambul

13
1:06

"Os jogadores mostraram a sua qualidade, o futuro está garantido"

14
1:06

Estreantes na seleção lamentam derrota frente a Cabo Verde

15
2:43

Pintor Júlio Pomar escreveu letras para fado e ofereceu-as a Carlos do Carmo e Cristina Branco

11:38 03.06.2013

Suspeitos da morte de soldado em Londres ouvidos hoje em tribunal

Os dois suspeitos da morte de um soldado em Londres vão comparecer hoje em dois tribunais da capital britânica, indicaram fontes judiciárias citadas pela agência AFP.

Michael Adebolajo, de 28 anos, vai apresentar-se no tribunal de Westminster,  depois de ter sido acusado no sábado da morte do soldado Lee Rigby, de 25  anos, de tentativa de homicídio de dois polícias e da posse de uma arma  de fogo. 

O outro suspeito, Michael Adebowale, de 22 anos, deverá apresentar-se  no tribunal de Old Bailey, no centro de Londres, para uma audiência de libertação  sob caução, antes de uma audiência preliminar do seu processo, agendada  para o dia 28. 

Adebowale é acusado de homicídio e de posse de arma de fogo e deverá  também apresentar-se na quinta-feira no tribunal de Westminster para confirmar  a sua identidade e morada, depois de ter saído do hospital na semana passada.

Os dois suspeitos de origem nigeriana foram detidos a 22 de maio no  local do crime, tendo sido feridos a tiro, o que fez com que fossem hospitalizados.

O soldado britânico foi atingido por um carro e depois morto à facada.

Lusa

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Mundo

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .