sicnot

Perfil

Mundo

Co-presidente do Deutsche Bank será julgado sob acusação de falso testemunho

Jürgen Fitschen, co-presidente do banco alemão Deutsche Bank, será julgado a partir de abril, acusado de falso testemunho num processo anterior, anunciou hoje um tribunal de Munique.

(Reuters/Arquivo)

Fitschen e quatro antigos dirigentes do Deutsche Bank (Rolf Breuer, Josef Ackermann, Clemens Boersig e Tessen von Heydebreck) são acusados de "falso testemunho" e de terem tentado enganar a justiça num processo que opôs o banco ao ex-magnata dos 'media' Leo Kirch e à família deste, referiu o tribunal em comunicado.

O julgamento terá início a 28 de abril, segundo o tribunal.

Segundo a agência Efe, o Ministério Público de Munique acusa os executivos do Deutsche Bank de terem dado informações falsas num anterior processo judicial para impedir o pagamento de indemnizações aos herdeiros de Leo Kirch.

Leo Kirch, que morreu em 2011, aos 84 anos, acusou o Deutsche Bank de ter provocado a queda do seu grupo em 2002. 

Em causa, estava uma pequena entrevista à Bloomberg TV na qual o então líder do banco, Rolf Breuer, lançou dúvidas sobre a solidez financeira do grupo de 'media' que tinha canais de televisão para assinantes e direitos de difusão de eventos desportivos.

Fitschen, que é co-presidente do Deutsche Bank com Anshu Jain desde junho de 2012, é suspeito de não ter corrigido declarações "manifestamente falsas" dos outros acusados para não prejudicar a sua estratégia de defesa, indicou o Ministério Público em setembro, citado pela AFP. 

O Deutsche Bank anunciou em fevereiro de 2014 que pagaria perto de mil milhões de euros aos herdeiros de Kirch para resolver o caso, que se arrastava na justiça há mais de dez anos.


Lusa
  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.