sicnot

Perfil

Mundo

Moscovo classifica cartoon do Charlie Hebdo como "abominável"

O líder da comissão de Negócios Estrangeiros do parlamento russo, Alexei Pushkov, criticou no domingo a publicação de um cartoon do jornal Charlie Hebdo sobre a trégua na Ucrânia, classificando-o como "abominável".

epa

O desenho, intitulado "Cessar-fogo: aborrecimento instala-se em Donetsk", mostra os habitantes da região separatista no meio de ruínas e entulho perguntando-se "E se fizéssemos alguma coisa com cartoonistas?".

"Isto é abominável, não é liberdade de expressão", disse Pushkov através da sua conta de Twitter.

A Rússia apoiou inicialmente a marcha contra o terrorismo que aconteceu em Paris, depois dos ataques de janeiro contra o jornal satírico, mas muitos meios de comunicação e governantes russos acabaram por virar costas ao Charlie Hebdo, dizendo que desrespeita as pessoas de fé.

Três órgãos de comunicação russos foram multados pelo regulador do país, em janeiro, por republicar recentes caricaturas do profeta Maomé.

  • "A Assembleia tem tudo para correr mal"
    5:09
  • "Até ao dia 23 muitas coisas boas e más vão acontecer"
    2:24
  • GNR só teve acesso às imagens das agressões em Alcochete 12 horas depois
    1:42

    Crise no Sporting

    A GNR não pôde visionar as imagens de videovigilância da Academia de Alcochete logo que chegou ao local. O sistema estava inoperacional, o que fez com que as imagens só fossem entregues quase 12 horas depois do ataque à equipa do Sporting. Entre as provas recolhidas, estão também impressões digitais e vestígios de sangue encontrados na zona do balneário.

  • Juiz considera que agressões em Alcochete foram "ato terrorista"
    1:59

    Crise no Sporting

    O juiz que decretou a prisão preventiva dos 23 detidos pelo ataque à Academia do Sporting considera que se tratou de um ato terrorista. Diz mesmo que os agressores tiveram um comportamento chocante e que perverte o espírito desportivo. Sete dos 23 detidos já foram condenados por outros crimes, mas não chegaram a pena de prisão.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • A promessa que João Mário vai ter de cumprir se Portugal for campeão
    1:36
  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula da Silva
    3:30