sicnot

Perfil

Mundo

Hillary Clinton pode ter violado leis federais sobre manutenção de registos

Hillary Clinton pode ter violado leis federais ao usar a sua conta de email pessoal para todas as mensagens enquanto trabalhava como secretária de Estado do governo norte-americano, noticiou na segunda-feira o jornal The New York Times.

© Brendan McDermid / Reuters

Entre outras preocupações, estes emails pessoais são descritos como menos protegidos contra o risco de pirataria.

Clinton, advogada, antiga primeira-dama e diplomata norte-americana, está a ser considerava como a candidata do Partido Democrático às presidenciais de 2016, apesar de ainda não ter anunciado oficialmente.

Durante os seus quatro anos no Departamento de Estado, Hillary Clinton não teve qualquer conta de email do governo federal, diz o jornal.

"Os seus assistentes não tomaram qualquer medida, na altura, para preservar os seus emails pessoais nos servidores do departamento", como é obrigatório por lei, indica o New York Times.

Esta situação pode constituir "uma violação dos requisitos federais que [indicam que] a correspondência dos governantes deve ser retida como parte dos registos da agência". 

Lusa
  • "Nos últimos 14 anos alertámos que este dia iria voltar"
    3:50

    País

    O vice-presidente da Câmara de Mação diz que se sente humilhado com o recurso a meios espanhóis para o combate ao fogo no concelho. Em entrevista à SIC, António Louro, que é também engenheiro florestal, critica os vários governos e afirma que nada disto teria acontecido se tivessem ouvido os apelos desesperados da autarquia depois do incêndio que, em 2003, destruiu grande parte do concelho.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • André Ventura rejeita acusações de xenofobia
    1:27

    País

    O candidato do PSD à Câmara de Loures diz que tocou num tema que as pessoas queriam discutir. Entrevistado na SIC Notícias, André Ventura insiste que as declarações que fez sobre a comunidade cigana não são xenófobas ou racistas.

  • Rajoy nega conhecimento de financiamentos ilegais no PP

    Mundo

    O primeiro-ministro espanhol negou hoje ter conhecimento de um esquema ilegal de financiamento, que envolve vários responsáveis do Partido Popular (PP, direita), que lidera. Durante uma audição no tribunal, Mariano Rajoy garantiu ainda que não aceitou nenhum pagamento ilícito.