sicnot

Perfil

Mundo

Madonna convida líder da extrema-direita francesa para conversar, Le Pen diz que aceita

A líder da extrema-direita francesa, Marine Le Pen, afirmou hoje que "aceita com prazer" o convite para conversar lançado na segunda-feira pela cantora pop norte-americana Madonna durante uma entrevista num canal de televisão francês.

© Mario Anzuoni / Reuters

"Aceito com prazer o convite de Madonna. Aprecio pessoas que fazem propostas de boa-fé", afirmou, em declarações à agência francesa AFP, a líder da Frente Nacional.

Na segunda-feira, durante um programa no canal de televisão privado francês Canal +, Madonna afirmou que gostaria de conversar com Marine Le Pen.

"Gostava de me sentar e beber uma bebida com ela. Quero saber de onde vem e ouvir da sua boca aquilo em que ela acredita", disse a cantora norte-americana.

"Talvez não tenha entendido Marine Le Pen. Não tenho a certeza. Não quero começar uma guerra. Quero paz no mundo", acrescentou.

Madonna, cujo novo álbum "Rebel Heart" é editado no próximo dia 10 de março, utilizou na sua última digressão, em 2012, um vídeo em que Marine Le Pen surgia com uma suástica na testa.

Nesse ano, durante um concerto na reconhecida sala parisiense Olympia, a cantora pop não mostrou a polémica montagem, mas prestou uma homenagem à tolerância em França.

Le Pen chegou ameaçar avançar com uma ação judicial contra a cantora norte-americana.

Mais recentemente, Madonna manifestou preocupação perante a progressão da Frente Nacional junto do eleitorado francês, depois da força política de extrema-direita ter vencido as eleições europeias em maio de 2014.

Na semana passada, a cantora chegou a qualificar a força partidária de Marine Le Pen como "fascista".

Durante o programa do Canal+, Madonna conheceu e abraçou um dos cartoonistas que sobreviveu ao ataque contra o jornal satírico francês Charlie Hebdo no passado dia 07 de janeiro.



Lusa
  • 2,1%. As reações ao défice de 2016

    Economia

    O défice orçamental ficou mesmo nos 2,1% do PIB. Os partidos já reagiram àquele que é o valor mais baixo em democracia.

  • Comboios Alfa vão ter bancos com tomadas elétricas e wi-fi
    2:06
  • Novas imagens dos momentos após Khalid Masood ter embatido no muro do Parlamento britânico
    1:35
  • Nus e acorrentados em frente a Auschwitz

    Mundo

    Catorze pessoas com idades entre os 20 e os 27 anos despiram-se e acorrentaram-se em frente ao portão de Auschwitz, antigo campo de concetração nazi na Polónia, depois de terem degolado um carneiro. Ninguém sabe ainda porquê.

  • Parlamento português pede demissão de Dijsselbloem

    País

    A Assembleia da República foi hoje unânime na condenação das polémicas declarações do presidente do Eurogrupo, mas recusou um ponto pela rejeição de diversos compromissos com a União Europeia (UE) exigida pelo PCP.

  • A coleção de gerigonças de Ana Catarina Mendes
    1:51
  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33
  • Viaduto de Alcântara condicionado
    1:36

    País

    O viaduto de Alcântara, em Lisboa, continua com o trânsito condicionado mas apenas sobre o tabuleiro e no sentido Alcântara Terra - Alcântara Mar. A circulação só será reposta depois de uma nova vistoria, ainda sem data marcada.

  • Como se resolve a falta de espaço numa cidade chinesa?
    1:07