sicnot

Perfil

Mundo

Austrália abate centenas de koalas

Cerca de 700 koalas foram mortos pelas autoridades australianas devido ao excesso de animais e à sua incapacidade de encontrar comida suficiente, informou hoje o Governo.

© Yves Herman / Reuters

A ministra do Ambiente, Lisa Neville, disse que os koalas foram mortos com recursos à eutanásia na zona de Cape Otway, junto da zona turística de Great Ocean Road, em 2013 e 2014.


"A intervenção foi necessária para evitar o sofrimento dos koalas, já que eles não eram capazes de encontrar comida suficiente", afirmou Neville, num comunicado, explicando que os animais estavam a morrer à fome.


"A densidade populacional estava a chegar aos 20 koalas por hectare em Cape Otway", acrescentou.


Segundo Neville, 686 koalas foram encontrados em condições de saúde precárias e foram abatidos por veterinários, depois de ouvirem pareceres de especialistas em bem-estar animal.


Lusa
  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.