sicnot

Perfil

Mundo

Chefe da diplomacia da UE pede libertação de piloto ucraniana detida na Rússia

A piloto militar ucraniana detida na Rússia, Nadia Savchenko, corre risco de vida devido à greve de fome que começou há quase três meses, avisou hoje a chefe da diplomacia da União Europeia.

© MAXIM ZMEYEV / Reuters

"Nadia Savchenko está em greve de fome há 82 dias. Após este prolongado período de tempo, enfrenta danos permanentes na sua saúde ou mesmo a morte", afirmou, em comunicado, Federica Mogherini.

"Mais uma vez, junto a minha voz à de todos aqueles que têm apelado às autoridades russas para libertarem urgentemente e por razões humanitárias Nadia Savchenko", acrescenta no documento. 

Segundo Federica Mogherini, um tribunal de Moscovo rejeitou hoje outro apelo da piloto, de 33 anos, contra a sua detenção.

A mulher piloto iniciou uma greve de fome em protesto contra a sua detenção o ano passado por alegado envolvimento num ataque em que morreram dois jornalistas russos na fronteira com a Ucrânia.

Desde que iniciou a greve de fome, Nadia Savchenko já perdeu 20 quilos.

O Presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, pediu também hoje ao seu homólogo russo para libertar a piloto.










Lusa
  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.