sicnot

Perfil

Mundo

Detidos 81 imigrantes ilegais no mar da Tunísia

A Guarda Costeira tunisina deteve 81 imigrantes clandestinos numa embarcação que zarpou do norte da Líbia e entrou em águas territoriais da região tunisina de Zarzis, no sul, fronteiriça com a Líbia, indicou hoje o porta-voz da Defesa.

Foram detidos 81 imigrantes clandestinos no mar do sul de Tunes.

Foram detidos 81 imigrantes clandestinos no mar do sul de Tunes.

© Antonio Parrinello / Reuters

Segundo a mesma fonte, os imigrantes intercetados são de diferentes nacionalidades africanas e cinco são mulheres.

Entraram em águas territoriais tunisinas esta madrugada, na sua rota em direção a Itália, local privilegiado pelas máfias locais para onde enviar trabalhadores clandestinos, por se encontrar em frente à costa da Tunísia.

A zona do sul do país, que faz fronteira com a Líbia, encontra-se sob forte controlo de segurança militar a nível terrestre, marítimo e aéreo desde que se intensificaram os confrontos entre as diversas fações armadas líbias, há um mês, com o objetivo de impedir a passagem de armas, terroristas e milicianos.


Lusa
  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.