sicnot

Perfil

Mundo

Juiz emite mandado de captura contra suspeitos de ataque em Paris realizado há 32 anos

Um juíz francês emitiu um mandado de captura internacional contra três homens, suspeitos de um ataque cometido a 9 de agosto de 1982, em Paris.

A 9 de agosto de 1982, foi lançada uma granada para dentro de um restaurante da capital francesa e dois homens entraram depois, aos tiros, no estabelecimento. Em seguida, o grupo, composto por entre três e cinco elementos, subiu uma rua muito frequentada por judeus e disparou contra quem encontrou pelo caminho. (Arquivo)

A 9 de agosto de 1982, foi lançada uma granada para dentro de um restaurante da capital francesa e dois homens entraram depois, aos tiros, no estabelecimento. Em seguida, o grupo, composto por entre três e cinco elementos, subiu uma rua muito frequentada por judeus e disparou contra quem encontrou pelo caminho. (Arquivo)

AP

Um dos homens vive na Noruega, os outros dois no Médio Oriente. 

A decisão do magistrado acontece cerca de dois meses depois dos atentados ao jornal Charlie Hebdo e a um supermercado da capital francesa, e está a ser interpretada como uma mensagem forte contra os terroristas.

A 9 de agosto de 1982, foi lançada uma granada para dentro de um restaurante da capital francesa e dois homens entraram depois, aos tiros, no estabelecimento. Em seguida, o grupo, composto por entre três e cinco elementos, subiu uma rua muito frequentada por judeus e disparou contra quem encontrou pelo caminho. 

Seis pessoas morreram e 22 ficaram feridas neste ataque, que ainda hoje é o atentado anti-semita mais mortífero em França.
  • O que o mundo diz sobre o busto de Cristiano Ronaldo

    Desporto

    O Aeroporto Cristiano Ronaldo foi inaugurado esta quarta-feira. A notícia foi dada pelos meios de comunicação de todo o mundo, que não deixaram passar o busto do jogador português, apresentado pelo próprio. A estátua foi amplamente comentada e analisada, com palavras como "terrível", "duvidoso" e "bizarro".

    Ana Rute Carvalho

  • Mulher detida ao tentar atropelar polícias junto ao Capitólio, em Washington

    Mundo

    Agentes da polícia abriram fogo contra uma mulher (e não um homem, ao contrário do que inicialmente se disse) que conduzia um carro perto do Capitólio e tentava atropelá-los, segundo o Departamento da Polícia Metropolitana de Washington. A mulher foi detida mas a polícia garante que não se tratou de um ato terrorista.

  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.