sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 34 mortos em ataque contra quartel dos serviços de informações em Alepo, na Síria

Pelo menos 20 membros das forças governamentais sírias e 14 rebeldes foram hoje mortos num ataque contra um quartel-general dos serviços de informações da Força aérea na cidade de Alepo (norte), informou o Observatório sírio dos direitos humanos (OSDH). 

© Hosam Katan / Reuters

Segundo a ONG, os rebeldes detonaram uma poderosa carga explosiva subterrânea sob um edifício onde estavam instalados gabinetes dos serviços de informações da Força aérea síria. De seguida, registaram-se combates entre as forças do regime e rebeldes, que não conseguiram tomar o controlo do complexo. 

A Frente Al-Nusra, um ramo da Al-Qaida na Síria, disse na rede social Twitter que as suas forças, com outras fações rebeldes, "atacaram os gabinetes dos serviços de informações militares e edifícios vizinhos". 

Uma fonte militar síria garantiu que unidades leais ao regime do Presidente Bashar al-Assad comprometeram a "tentativa de um grupo terrorista em infiltrar-se no edifício dos serviços de informações militares em Apelo, e mataram ou feriram vários atacantes". 

Ainda em Alepo, pelo menos seis civis foram mortos e 30 ficaram feridos após o disparo de projéteis pelos rebeldes sobre áreas controladas pelas autoridades nos bairros de Yalediya e Salahedin, acrescentou o Observatório. 

Os rebeldes desencadearam uma ofensiva em finais de julho de 2012 em Alepo e passaram a controlar uma ampla área da cidade, mas sem conseguirem controlar toda a localidade. 

Segundo a ONU, o conflito na Síria, iniciado em março de 2011, já provocou mais de 200.000 mortos e nove milhões de civis foram forçados a abandonar as suas casas, com cerca de três milhões de refugiados em países vizinhos. 



Lusa
  • Costa desvaloriza ameaça e mantém planos de visita a Angola
    2:27

    Economia

    O governo angolano reagiu duramente à acusação do Ministério público portugues contra o vice-presidente de Angola. Luanda diz que a acusação é um sério ataque à República de Angola que pode perturbar as relações entre os dois paises. António Costa desvaloriza a ameaça e mantém os planos de uma visita a Angola na primavera.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Brasil já tirou o "pé do chão"
    1:59

    Mundo

    Já começaram os desfiles e festas de carnaval, no Rio de Janeiro.Esta sexta feira foi o início oficial das celebrações com centenas de milhar de pessoas nas ruas até de madrugada.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Atores de Hollywood contra Trump
    1:44

    Mundo

    Centenas de pessoas juntaram-se em mais um protesto contra o presidente dos Estados Unidos. A manifestação, em Beverly Hills, juntou várias estrelas de Hollywood.