sicnot

Perfil

Mundo

Presidente do Chade promete "erradicar o Boko Haram" e eliminar o seu chefe

O Presidente chadiano, Idriss Deby, prometeu hoje "erradicar" o grupo islamita armado nigeriano Boko Haram e eliminar o seu chefe, Abubakar Shekau, caso este não se renda, e cuja localização disse saber.  

© Thomas Mukoya / Reuters

Abubakar Shekau "tem todo o interesse em render-se, sabemos onde está. Se recusar render-se vai conhecer a mesma sorte que os seus camaradas conheceram", declarou o chefe de Estado chadiano durante uma conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo do Níger, Mahamadu Issufou, de visita a N'Djamena. 

O chefe do grupo islamita, prosseguiu, "fugiu de Dikwa [Nigéria] após os últimos combates" entre o exército chadiano e os insurgentes.  

Em 17 de fevereiro, os soldados chadianos expulsaram o Boko Haram de Dikwa, na estrada entre Gambru, perto da fronteira com os Camarões, e a cidade estratégica de Maiduguri, capital do estado de Borno, no nordeste da Nigéria, situada a 90 quilómetros. 

Segundo o estado-maior do exército chadiano, dois soldados e 117 islamitas foram mortos na ocasião durante violentos combates, com o exército de N'Djamena, até então estacionado nos Camarões, a penetrar pela primeira vez em profundidade em território nigeriano.  

"Ao contrário do que pensam alguns 'media' vamos vencer a guerra e vamos erradicar o Boko Haram. As forças chadianas e nigerianas vão continuar a sua missão para por termo em definitivo a esta nebulosa", acrescentou Idriss Deby. 

A insurreição islamita e a sua repressão pelas forças governamentais nigerianas já provocaram desde 2009 mais de 13.000 mortos no nordeste da Nigéria. 










Lusa
  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC