sicnot

Perfil

Mundo

Boko Haram executa moradores em cidade no nordeste da Nigéria

O grupo extremista Boko Haram está a concentrar combatentes em Gwoza, no nordeste da Nigéria, e executou os moradores da cidade que não conseguiram fugir, disseram hoje testemunhas citadas pela agência de notícias francesa AFP. 

© Stringer . / Reuters

Uma moradora que fugiu de Gwoza na terça-feira disse hoje que os rebeldes do Boko Haram cercaram os homens mais velhos que estavam a estudar o Corão na porta da casa de um clérigo local.

Os homens foram executados em frente às suas esposas, segundo a testemunha, que está em Yola, capital do estado de Adamawa.

Alguns detalhes do relato desta testemunha foram confirmados por um senador da região, Ali Ndume, referindo ainda que há uma grande concentração de homens do grupo rebelde em Gwoza. 

"Os membros do Boko Haram têm, nos últimos dias, convergido para Gwoza, onde mataram vários homens da localidade e perseguiram as mulheres e as crianças já fora da cidade", disse Ndume.

O grupo terrorista, liderado por Abubacar Shekau, proclamou em agosto um califado islâmico em Gwoza, cidade que foi tomada em junho e que fica no estado nigeriano de Borno.

A Nigéria, os Camarões, o Chade e o Níger lançaram em fevereiro uma ofensiva conjunta sem precedentes contra os rebeldes, recuperando cidades e aldeias que estavam sob controlo do Boko Haram.

Ndume especulou que os extremistas estariam a preparar-se para defender a cidade símbolo para o grupo, na perspetiva do avanço dos militares, nomeadamente de tropas chadianas que operam na área com a permissão da Nigéria. 

A Nigéria está sob intensa pressão para mostrar progressos no combate ao Boko Haram antes de 28 de março, quando se realizam as eleições, previstas para fevereiro mas que foram adiadas por seis semanas para permitir aos militares pacificarem o nordeste do país.



Lusa
  • Pagaram 10 libras por diamante que vale milhares

    Mundo

    Há 30 anos um comprador adquiriu um anel de diamantes de 26.27 quilates por apenas 10 libras (cerda de 11 euros) numa feira em Isleworth, no oeste Londres. O proprietário passeou durante três décadas com uma peça que valia cerca de 350.000 libras (407.000€) e não sabia. Confessa que até a usava durante as tarefas domésticas.

    SIC

  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.

  • Caçador morre esmagado por elefante

    Mundo

    Um famoso caçador morreu na sexta-feira após ser esmagado por um elefante quando estava a caçar. A morte foi confirmada pelas autoridades do Zimbabué, que adiantaram ainda que o animal foi morto por um dos caçadores do grupo de Theunis Botha.