sicnot

Perfil

Mundo

Imagem de doninha às costas de pica-pau em pleno voo torna-se viral

Um instante da Natureza no estado mais selvagem tornou-se uma imagem viral na Internet.  A fotografia de uma cria de doninha às costas de um pica-pau, em pleno voo, foi captada em Inglaterra, no condado de Essex, por um praticante amador de birdwatching.

O mais perturbador é que a maioria até vê a fotografia de um modo positivo, como uma prova de amizade no reino animal. A realidade é que a doninha estava a atacar o pássaro, fiel ao instinto predador.

O mais perturbador é que a maioria até vê a fotografia de um modo positivo, como uma prova de amizade no reino animal. A realidade é que a doninha estava a atacar o pássaro, fiel ao instinto predador.

Martin Le May contou que estava com a mulher num parque natural de Hornchurch, quando ouviu um barulho vindo das árvores e decidiu apontar a objetiva da máquina fotográfica para ver o que era, tendo ficado impressionado com o resultado.

Depois, houve uma reação em cadeia nas redes sociais, quando partilhou o retrato com os amigos no Twitter. Em poucas horas, milhares faziam já com que esta imagem desse a volta ao mundo. 

O mais perturbador é que a maioria até vê a fotografia de um modo positivo, como uma prova de amizade no reino animal. A realidade é que a doninha estava a atacar o pássaro, fiel ao instinto predador. 
  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.