sicnot

Perfil

Mundo

"Intensos combates" entre Exército e rebeldes no norte da Síria

A cidade de Alepo, no norte da Síria, foi hoje palco de intensos combates entre o Exército e os rebeldes, um dia após o ataque contra a sede dos serviços secretos, que matou pelo menos 34 pessoas.

© Stringer . / Reuters

"Intensos combates entre o regime e os rebeldes estão a ocorrer na zona onde aconteceu quarta-feira o ataque, com os adversários a atacaram-se mutuamente", afirmou à agência de notícias francesa France Press (AFP) o diretor do Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), Rami Abdel Rahmane.

 

Uma fonte síria confirmou os confrontos, acrescentando a existência de combates entre o Exército sírio e homens armados, no bairro Jamayat az Zahara, depois de uma grande ofensiva lançada esta manhã pelos militares, em resultado da qual se tem registado "uma grande quantidade de mortos e de feridos".

 

Pelo menos 20 membros das forças de segurança do regime e 14 rebeldes morreram na quarta-feira no ataque à sede dos serviços secretos, de acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

 

O ataque aconteceu numa altura em que o Presidente Bashar al-Assad insiste que continua a ter o apoio do povo sírio, apesar de quase quatro anos de guerra e pressão internacional contra o seu regime.

 

"O objetivo era atacar o edifício e controlá-lo, mas falharam", disse à AFP Rami Abdel Rahman, diretor daquela Organização Não Governamental.


Seis civis perderam também a vida num outro ataque dos rebeldes contra as forças do regime, indicou Rami.


Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.