sicnot

Perfil

Mundo

"Intensos combates" entre Exército e rebeldes no norte da Síria

A cidade de Alepo, no norte da Síria, foi hoje palco de intensos combates entre o Exército e os rebeldes, um dia após o ataque contra a sede dos serviços secretos, que matou pelo menos 34 pessoas.

© Stringer . / Reuters

"Intensos combates entre o regime e os rebeldes estão a ocorrer na zona onde aconteceu quarta-feira o ataque, com os adversários a atacaram-se mutuamente", afirmou à agência de notícias francesa France Press (AFP) o diretor do Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), Rami Abdel Rahmane.

 

Uma fonte síria confirmou os confrontos, acrescentando a existência de combates entre o Exército sírio e homens armados, no bairro Jamayat az Zahara, depois de uma grande ofensiva lançada esta manhã pelos militares, em resultado da qual se tem registado "uma grande quantidade de mortos e de feridos".

 

Pelo menos 20 membros das forças de segurança do regime e 14 rebeldes morreram na quarta-feira no ataque à sede dos serviços secretos, de acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

 

O ataque aconteceu numa altura em que o Presidente Bashar al-Assad insiste que continua a ter o apoio do povo sírio, apesar de quase quatro anos de guerra e pressão internacional contra o seu regime.

 

"O objetivo era atacar o edifício e controlá-lo, mas falharam", disse à AFP Rami Abdel Rahman, diretor daquela Organização Não Governamental.


Seis civis perderam também a vida num outro ataque dos rebeldes contra as forças do regime, indicou Rami.


Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22