sicnot

Perfil

Mundo

Primeiro-ministro australiano sugere que as buscas pelo MH370 sejam reduzidas

 Primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, sugeriu hoje que as buscas pelo voo MH370 da Malaysia Airlines sejam reduzidas, a três dias do primeiro aniversário do desaparecimento do avião.

© Stringer Australia / Reuters

A aeronave voava de Kuala Lumpur para Pequim, no dia 08 de março de 2014, com 239 pessoas a bordo, quando desapareceu, não tendo sido ainda encontrados quaisquer vestígios, apesar das intensas buscas no mar.


"Quero reafirmar junto das famílias a nossa esperança e expectativa que as buscas sejam bem-sucedidas", disse Abbott no Parlamento, em Camberra.


"Não posso prometer que as buscas continuem com esta intensidade para sempre, mas vamos dar o nosso melhor para resolver este mistério e providenciar algumas respostas", ressalvou.


A Austrália lidera as operações de buscas no Oceano Índico a cerca de 1.600 quilómetros da costa, com quatro embarcações equipadas com sonares sofisticados.


Lusa
  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.