sicnot

Perfil

Mundo

Pyongyang considera ataque contra embaixador dos EUA em Seul um "castigo justo"

"Castigo justo para os belicistas dos Estados Unidos", disse a agência oficial da Coreia do Norte KCNA no título de um breve texto, no qual o ataque contra Lippert é apelidado de "expressão de resistência". 

Chung Ha-chong

A KCNA afirmou que o ataque refletia a opinião pública sul-coreana "crítica para os Estados Unidos por causarem uma crise na península coreana com perigosas manobras militares conjuntas". 


As manobras militares conjuntas anuais, que geram sempre tensões com a Coreia do Norte, começaram na segunda-feira e implicam milhares de tropas sul-coreanas e norte-americanas. 


Kim Ki-jong, o homem que atacou Lippert com uma faca, disse à polícia que a sua oposição aos exercícios militares foi o principal motivo do ataque. 


Fontes médicas, citadas pela agência noticiosa francesa AFP, disseram que Mark Lippert, de 42 anos, está já a recuperar da cirurgia a que foi submetido, depois de ter sofrido cortes na cara e num dos braços. 


O embaixador deverá ficar hospitalizado para observação durante mais três ou quatro dias, acrescentaram. 


"Estou bem e animado!", disse Lippert, numa mensagem na rede social "Twitter", a partir do hospital. 


"Estarei de volta o mais rapidamente possível para fazer avançar a aliança EUA-Coreia do Sul", escreveu. 


Os Estados Unidos já condenaram o "ato de violência".  


Os Estados Unidos e a Coreia do Sul promovem esta semana os seus exercícios militares anuais conjuntos, que geralmente provocam um aumento da tensão com a vizinha Coreia do Norte. 


As duas Coreias continuam tecnicamente em guerra, uma vez que o conflito de 1950-53 terminou com a assinatura de um armistício e não de um tratado de paz. 

Lusa

  • Incêndio em Lisboa faz um ferido
    4:13

    País

    Um incêndio de grandes dimensões deflagrou esta segunda-feira numa loja, na Avenida de Berlim, em Lisboa. O repórter André Palma esteve no local, onde ouviu o comandante dos Sapadores Bombeiros de Lisboa. Pedro Patricio confirmou que foi assistida uma pessoa por inalação de fumos e, por questões de segurança, os veículos estacionados perto do local foram retirados, assim como foi pedido às pessoas dos prédios à volta que saíssem por causa do fumo. O incêndio foi dominado.

  • "Rui Rio avisou que vinha para partir loiça dentro do PSD"
    3:00
  • Hugo Soares não deverá continuar como líder parlamentar do PSD
    3:17

    País

    Rui Rio não deverá manter Hugo Soares na liderança parlamentar do PSD. Fonte próxima do novo presidente social-democrata diz à SIC que dificilmente o líder da bancada poderá continuar no cargo. Aumenta a pressão para que Hugo Soares ponha o lugar à disposição e já começam a surgir nomes para o substituir.

  • Suspeita de militantes fantasma no PSD
    4:22

    País

    Perante a suspeita de militantes fantasma e de caciquismo, Salvador Malheiro, diretor de campanha de Rui Rio, diz que o ato eleitoral foi devidamente fiscalizado. Uma investigação do jornal Expresso encontrou oito filiados numa morada que não existe e 17 militantes com morada numa casa onde vivem nove pessoas e nenhuma é do PSD. A associação cívica Transparência e Integridade fala num vazio legal e em falta de regulamentação.

  • Cristiano Ronaldo está insatisfeito com o salário e pode sair do Real Madrid
    2:38