sicnot

Perfil

Mundo

Ataque contra Al-Qaida, na Síria, elimina vários líderes

O líder máximo da Al-Qaida na Síria, Abu Mohamed al-Jolani, terá sido morto ontem com outros dirigentes da organização num bombardeamento na província de Idleb, norte da Síria, informaram ontem ativistas e diversos 'media'. 

© Stringer . / Reuters

Os pormenores do ataque permaneciam confusos, mas o diretor do Observatório sírio dos direitos humanos (OSDH), Rami Abdel Rahman, referiu que "diversos líderes da Frente Al-Nusra (o ramo da Al-Qaida na Síria) foram mortos no ataque quando participavam numa reunião", mas não confirmou se Al-Jolani se inclui entre as vítimas. 


Outras informações garantiram que o chefe militar da Al Nursra, Abu Hamam al-Suri, foi morto com outros dirigentes durante o ataque, ainda de origem desconhecida. 


Os Estados Unidos, que lideram a coligação internacional que intervém na região contra os grupos 'jihadistas', referiram não ter efetuado qualquer ação militar nesta área nos últimos dias. 


Este ataque surge após a Al-Nusra ter conquistado a Base 46, o principal centro de operações do movimento Hazm, apoiado pelo ocidente, na província vizinha de Alepo. 


Lusa
  • Fãs de Bruno Mars passaram a noite ao relento
    2:35
  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.