sicnot

Perfil

Mundo

Dois cadáveres mumificados e gelados encontrados no pico mais alto do México

Dois corpos mumificados e gelados foram descobertos perto do topo do Pico de Orizaba, o ponto mais alto do México, informaram na quinta-feira as autoridades locais.

Gregory Bull

Uma equipa de 12 membros da Proteção Civil subiu ao pico, de 5.747 metros, depois de alpinistas terem indicado, na segunda-feira, que encontraram um crânio a 310 metros do cume.


Devido à densa neblina, apenas dois alpinistas conseguiram chegar ao local onde o crânio tinha sido visto. A cerca de 150 metros descobriram um segundo corpo, igualmente gelado e mumificado.


"Não se trata de um corpo, são dois (...) o tempo não nos ajudou, o nevoeiro impediu as operações", disse à AFP Juan Navarro, presidente da Câmara de Chalchicomula de Sesma, situada no sopé do Pico de Orizaba, no estado de Puebla.


As autoridades acreditam que os restos mortais são de dois mexicanos que desapareceram, juntamente com um terceiro homem, há 55 anos, durante uma avalanche.


Lusa
  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.