sicnot

Perfil

Mundo

Suspeito de esfaquear diplomata em Seul garante que não tem ligações à Coreia do Norte

Suspeito de esfaquear diplomata em Seul garante que não tem ligações à Coreia do Norte

O homem que ontem agrediu um embaixador norte-americano, na Coreia do Sul, foi hoje levado a tribunal. Kim Ki-Jong já admitiu a agressão e é hoje ouvido por um juiz que, até ao fim do dia, deverá validar o mandado de detenção.

O agressor já tinha sido condenado em 2010 por atacar outro diplomata japonês. Desta vez esfaqueou um embaixador norte-americano durante um pequeno-almoço de trabalho, em Seul. O diplomata sofreu vários cortes no rosto, num braço e numa mão, mas livre de perigo.

Questionado pelos jornalistas, à saída da esquadra de polícia, o suspeito da agressão garantiu que não recebeu ordens para cometer o ataque e que não tem qualquer relação com a Coreia do Norte.

  • Trabalharia horas extra sem ser pago? E feriados?  
    1:25
  • UE dá "luz verde" para início das negociações do Brexit

    Brexit

    Os 27 Estados-membros da União Europeia aprovaram esta segunda-feira a autorização para o início das negociações do Brexit, indicando formalmente o final de junho para início do processo de saída do Reino Unido, que se prolongará por dois anos.

  • Regras secretas do Facebook permitem divulgação de imagens violentas

    Mundo

    A política interna da empresa Facebook defende que nem todos os vídeos violentos publicados na rede social devem ser apagados porque "não quer censurar ou punir pessoas em perigo". A revelação é feita pelo jornal britânico The Guardian após uma investigação em que conseguiu ter acesso ao manual interno.