sicnot

Perfil

Mundo

EUA destacam três mil militares para exercício da NATO no Báltico

Os Estados Unidos vão destacar três mil militares para um exercício de três meses que a NATO vai realizar no Báltico, juntamente com a Letónia, Lituânia e Estónia, informaram hoje fontes militares.

Bandeira dos EUA a meia haste em frente à Igreja Central em Killeen, junto à base militar do Texas onde um atirador matou quatro pessoas e feriu outras 16, tendo-se suicidado de seguida. Na origem do tiroteio pode ter estado uma discussão entre militares.

Bandeira dos EUA a meia haste em frente à Igreja Central em Killeen, junto à base militar do Texas onde um atirador matou quatro pessoas e feriu outras 16, tendo-se suicidado de seguida. Na origem do tiroteio pode ter estado uma discussão entre militares.

© Erich Schlegel / Reuters

Segundo o porta-voz do Pentágono, coronel Steven Warren, veículos, helicópteros e equipamento pesado começaram a chegar a Riga, capital da Letónia.

Entre o material estão tanques Abrams e veículos de combate Bradley, bem como outro equipamento de apoio, que ficará o "tempo necessário para deter a agressão russa", disse, em Riga, o general norte-americano John O'Connor.

"O exercício vai demonstrar ao Presidente da Rússia, Vladimir Putin, que, coletivamente, nos conseguimos unir", sublinhou.

A Estónia, a Letónia e a Lituânia, que têm pouco equipamento militar, são membros da NATO e da União Europeia desde 2004.

A anexação da Crimeia pelo regime de Moscovo o ano passado e o recente conflito com a Ucrânia levou a NATO a focar-se na vulnerabilidade daqueles países do Báltico.

A Rússia tem feito uma série de manobras naquela região, levando a crer que pode tentar desestabilizar aqueles países que faziam parte da ex-União Soviética.

A NATO está a tentar contrariar a Rússia através do aumento da presença militar no flanco oriental da Europa.


Lusa
  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Greve na Função Pública vai afetar escolas, saúde e cultura

    País

    A greve nacional convocada para sexta-feira pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) deverá afetar as escolas, a área da saúde e ainda da cultura, entre outros serviços, afirmou esta quarta-feira a dirigente sindical, Ana Avoila.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.