sicnot

Perfil

Mundo

Ministro diz que protestos contra Dilma são um direito dos cidadãos

O ministro-chefe da Casa Civil da Presidência brasileira afirmou hoje que os protestos contra o governo são um "direito" dos cidadãos, mas criticou a polarização entre eleitores após a reeleição de Dilma Rousseff, que chamou de "terceira volta"

© Ueslei Marcelino / Reuters

"O Brasil tem dois turnos [duas voltas]. Não pode haver terceiro turno [terceira volta]. O que preocupa é que tivemos uma eleição bastante polarizada, que teve momentos de radicalização, e precisamos construir uma cultura de tolerância, de diálogo", disse hoje Aloízio Mercadante, citado pela Folha de São Paulo, em conferência de imprensa. 

A conferência realizou-se um dia depois de manifestações realizadas contra Rousseff em diversas cidades brasileiras, enquanto a Presidente fazia uma comunicado a propósito do Dia Internacional da Mulher, através da rádio e da televisão.

Em mais de dez capitais de Estados houve "panelaço" (protesto com utilização de panelas) e vaias durante e após o discurso. 

Mercadante realçou que as manifestações ocorreram em bairros e cidades em que Rousseff foi derrotada nas eleições de outubro do ano passado. A conferência foi realizada após uma reunião entre o ministro, a Presidente e o vice-Presidente, Michel Temer. 

Segundo Mercadante, a ideia do governo é reunir semanalmente com Temer e ministros, para auxiliar nas relações com o Poder Legislativo e com a coligação, cujos maiores partidos são o Partido do Movimento Democrático Nacional (PMDB), do vice-Presidente, que vive atualmente uma crise com o governo e quer mais protagonismo, e o Partido dos Trabalhadores, de Rousseff.

As opiniões de eleitores partidários da Presidente Dilma Rousseff e opositores do governo serão vistas em manifestações nos próximos dias. 

Na sexta-feira, a Central Única dos Trabalhadores, o sindicato dos trabalhadores da indústria petrolífera e outros movimentos sociais aliados do governo levarão a cabo ações em diferentes cidades em defesa da Petrobras, empresa no centro de um caso de corrupção que envolve partidos e políticos da coligação governamental.

Pelo contrário, críticos de Rousseff convocaram para domingo, dia 15, manifestações em diversos municípios contra o governo. Entre os grupos envolvidos, há inclusive os que defendem o 'impeachment' (impugnação do mandato presidencial) da Presidente. 


Lusa
  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Os filhos do divórcio
    20:50
  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • Avião divergiu para as Lajes devido a discussão a bordo

    País

    Um avião da companhia aérea British Airways divergiu hoje para o aeroporto das Lajes, na ilha Terceira, nos Açores, devido a uma discussão a bordo entre um casal de passageiros e a tripulação, informou hoje a Força Aérea Portuguesa.

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e, a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.