sicnot

Perfil

Mundo

Ativistas sul-coreanos planeiam enviar filme "The Interview" para a Coreia do Norte

Ativistas sul-coreanos afirmaram hoje que pretendem enviar para o outro lado da fronteira o filme "The Interview", que ridiculariza a figura de Kim Jong-un, através do lançamento de balões no final do mês, desafiando ameaças de Pyongyang.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Rick Wilking / Reuters

Os balões vão transportar até 10.000 cópias do filme e 500 mil panfletos políticos. 

O filme, sobre um plano da CIA para matar o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, esteve na origem, em novembro último, de um ataque informático contra o estúdio Sony Pictures, cuja autoria é atribuída a piratas da Coreia do Norte pelos Estados Unidos que, em resposta, lançou sanções adicionais contra Pyongyang.

O próximo lançamento vai assinalar o quinto aniversário do grave incidente de 2010: o torpedeamento de uma corveta sul-coreana, atribuído a Pyongyang, por um inquérito internacional, que fez 46 mortos. 

As duas Coreias continuam tecnicamente em guerra, uma vez que o conflito de 1950-53 terminou com a assinatura de um armistício e não de um tratado de paz. 

  • Queda de avioneta em Espanha causa 4 mortos

    Mundo

    Uma avioneta com destino a Cascais, em que seguia uma família de quatro pessoas - dois adultos e dois menores - caiu em Sotillo de las Palomas, em Toledo, Espanha.

    Em desenvolvimento

  • Um discurso histórico com os pedidos de sempre
    2:30

    País

    Jerónimo de Sousa voltou este domingo a pedir a renegociação da dívida e a saída de Portugal do euro. Num discurso historicamente curto, apenas 15 minutos, no encerramento do Congresso do PCP, o reeleito secretário-geral comunista anunciou que o aumento dos salários e a reversão das alterações à legislação laboral são duas prioridades para os próximos tempos.

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.