sicnot

Perfil

Mundo

Avião movido a energia solar aterrou na Índia

O avião Solar Impulse 2 (SI2) aterrou em Ahmedabad, principal cidade do Estado de Gujarat, na Índia, hoje à tarde, completando a segunda das 12 etapas da sua digressão mundial.

Jean Revillard and Olga Stefatou

O SI2, que partira de Mascate, capital do sultanato de Omã, fez a viagem em menos de 16 horas, tendo aterrado às 23:25 locais (17:55 em Lisboa), o que valeu ao piloto, Bertrand Piccard, uma salva de palmas na sala de controlo do aeroporto internacional Sardar Vallabhbhai Patel, em Ahmedabad.

Bertrand Piccard fez a viagem na companhia do seu colega de aventura, André Borschberg, tendo voado sobre todo o Mar da Arábia num percurso de 1.465 quilómetros.

O Solar Impulse 2, movido inteiramente a energia solar, descolou na segunda-feira de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, marcando o início da primeira volta ao mundo de uma aeronave unicamente movida a energia solar.

O SI2 é alimentado por mais de 17.000 células solares que revestem as suas asas de 72 metros, mais compridas do que as de um Boeing 747 e quase tão compridas como as do Airbus A380 mas, por ser concebido em fibra de carbono, este avião pesa apenas 2,5 toneladas, menos de 1% do peso de um A380. 

A volta ao mundo do avião experimental é o culminar de 12 anos de investigação realizada por André Borschberg e Bertrand Piccard que, além da exploração científica, procuram transmitir uma mensagem política, encorajando a substituição de tecnologias poluentes por outras que utilizem energias limpas e renováveis.

A aeronave deve fazer escalas na Birmânia e na China antes de atravessar o Pacífico em direção ao Havai, nos Estados Unidos, onde os pilotos se irão dirigir ao Arizona e, depois, a Nova Iorque, cruzando em seguida o Atlântico rumo à Europa ou Marrocos, antes de encerrar a viagem em Abu Dhabi, no final de julho.


Lusa
  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.

  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.