sicnot

Perfil

Mundo

Hillary Clinton diz que lhe pareceu "conveniente" utilizar conta de e-mail pessoal

A ex-secretária de Estado norte-americana Hillary Clinton afirmou hoje que considerou "conveniente" utilizar uma conta privada de correio eletrónico quando exercia o cargo porque foi autorizada pelo Departamento de Estado, e que na ocasião lhe pareceu "mais fácil". 

© Mike Segar / Reuters

Hillary Clinton -- sob fogo cruzado das críticas desde 3 de março quando foi revelado que apenas utilizou a sua conta de 'email' pessoal quando exercia as funções de chefe da diplomacia --, referiu ainda que lamenta não ter utilizado uma conta oficial para a sua correspondência. 

Esta foi a primeira vez que a ex-secretária de Estado do Presidente Barack Obama, funções que exerceu entre 2009 e 2013, falou aos jornalistas sobre as informações que referem ter exclusivamente utilizado a sua conta privada de 'email' para as comunicações oficiais. 

Clinton prestou as declarações nos corredores da sede das Nações Unidas após participar numa reunião sobre a igualdade de género. 

Na sua declaração, Clinton disse que apesar de lhe ter parecido "mais fácil" utilizar apenas uma conta de 'email' em vez de duas, a privada e a oficial, reconheceu agora que "olhando para trás" não foi a decisão mais acertada, apesar de naquele momento "a questão não se ter colocado".

Hillary disse ainda que a "grande maioria" dos seus correios eletrónicos provenientes da conta privada foram dirigidos a funcionários do governo, e estão gravados no registo oficial do sistema público. 

A ex-responsável norte-americana acrescentou ainda que quando lhe foi solicitada a apresentação desses 'emails', os entregou "de seguida", com cerca de 55.000 páginas, apesar de os gabinetes oficiais, salientou, "possuírem a sua grande maioria". 

Em 2 de março, o diário New York Times revelou que Hillary Clinton poderia ter violado leis federais ao usar a sua conta de e-mail pessoal para todas as mensagens enquanto trabalhava como secretária de Estado. 

Entre outras preocupações, estes 'emails' pessoais são descritos como menos protegidos contra o risco de pirataria.


Lusa
  • Hillary Clinton nunca terá usado correio oficial e é acusada de violar a lei
    2:49

    Mundo

    A antiga secretária de Estado norte-americana Hillary Clinton é acusada de violar a lei ao usar apenas um email privado, em vez da caixa de correio oficial. A denúncia partiu do jornal The New York Times e já obrigou o departamento de Estado norte-americano a reagir à polémica. Hillary Clinton entregou, na semana passada, 55 mil páginas de correio oficial da caixa privada. Uma informação que a Casa Branca já confirmou. Enquanto isso, a ex-secretária de Estado dos EUA não comenta o caso denunciado pelo The New York Times.

  • As alterações na carta de condução que ajudam a poupar
    6:16
  • Obama diz que não fica em silêncio se os valores do país forem ameaçados
    2:26
  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".

  • Nevão provocou corte de energia no centro dos EUA
    1:37

    Mundo

    Uma tempestade de neve no centro dos Estados Unidos da América provocou cortes no abastecimento de eletricidade, atrasos em voos e dificuldades na circulação rodoviária. Em Espanha, a descida das temperaturas levou à emissão de avisos em 30 províncias de norte a sul do país e deixou 27.700 alunos sem aulas em Valência.

  • Cadela sobrevive após engolir faca de cozinha

    Mundo

    Na Escócia, uma história de sobrevivência, no mínimo, bicuda. Uma cadela engoliu uma faca de cozinha com mais de 20 centímetros, manteve-a dentro de si durante algumas semanas mas sobreviveu, depois de ser operada de urgência..