sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 37 países são dependentes do exterior para a sua alimentação

Pelo menos 37 países, incluindo 29 Estados africanos, necessitam de ajuda externa para a alimentação dos seus cidadãos, e em particular pela persistente instabilidade que continua a afetar a produção agrícola, refere um estudo hoje divulgado pela FAO. 

Reuters

Apesar da insegurança alimentar que afeta a maioria da África subsaariana, considera-se que a produção de alimentos no continente aumentou 6% em 2014 relativamente ao ano anterior, devido aos progressos registados nas zonas oeste e sul. 

As colheitas mais pobres em África situam-se nos países do Sahel, excluindo o Mali, devido às más condições climáticas, enquanto a produção cresceu em países costeiros como a Nigéria, indica o último relatório trimestral da Organização para a alimentação e a agricultura (FAO) das Nações Unidas, intitulado "Perspetivas de cultivos e situação da alimentação". 

No centro do continente africano, as chuvas irregulares afetaram as colheitas em diversos países, incluindo a República Centro Africana, onde a instabilidade política e o aumento da insegurança também tiveram uma influência negativa nos cultivos, à exceção da iúca, cuja produção aumentou. 

No caso dos países mais afetados pelo vírus do Ébola (Guiné-Conacri, Libéria e Serra Leoa), existem 1,5 milhões de pessoas em situação de crise humanitária e o setor agrícola ressentiu-se devido ao encerramento de mercados, bloqueio de estradas e paralisia do comércio transfronteiriço. 

Para 2015 a FAO considera que a produção no sul de África permanecerá "incerta", quando se aguardam chuvas irregulares e as inundações vão continuar a afetar países como Madagáscar, Malaui e Moçambique, que associadas aos períodos de seca deverão dificultar as colheitas. 

O Iraque e a Síria, devido aos conflitos armados que atravessam, também são países que enfrentam uma crise alimentar devido à escassez de víveres e da produção agrícola, à semelhança do que sucede com a Coreia do Norte, Iémen e Afeganistão. 

Os outros países que enfrentam uma situação idêntica, concentrados na região do Caribe, são El Salvador, Haiti e Honduras, onde as secas comprometeram a produção de milho e cereais, adianta o estudo.

 
Lusa
  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.