sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 37 países são dependentes do exterior para a sua alimentação

Pelo menos 37 países, incluindo 29 Estados africanos, necessitam de ajuda externa para a alimentação dos seus cidadãos, e em particular pela persistente instabilidade que continua a afetar a produção agrícola, refere um estudo hoje divulgado pela FAO. 

Reuters

Apesar da insegurança alimentar que afeta a maioria da África subsaariana, considera-se que a produção de alimentos no continente aumentou 6% em 2014 relativamente ao ano anterior, devido aos progressos registados nas zonas oeste e sul. 

As colheitas mais pobres em África situam-se nos países do Sahel, excluindo o Mali, devido às más condições climáticas, enquanto a produção cresceu em países costeiros como a Nigéria, indica o último relatório trimestral da Organização para a alimentação e a agricultura (FAO) das Nações Unidas, intitulado "Perspetivas de cultivos e situação da alimentação". 

No centro do continente africano, as chuvas irregulares afetaram as colheitas em diversos países, incluindo a República Centro Africana, onde a instabilidade política e o aumento da insegurança também tiveram uma influência negativa nos cultivos, à exceção da iúca, cuja produção aumentou. 

No caso dos países mais afetados pelo vírus do Ébola (Guiné-Conacri, Libéria e Serra Leoa), existem 1,5 milhões de pessoas em situação de crise humanitária e o setor agrícola ressentiu-se devido ao encerramento de mercados, bloqueio de estradas e paralisia do comércio transfronteiriço. 

Para 2015 a FAO considera que a produção no sul de África permanecerá "incerta", quando se aguardam chuvas irregulares e as inundações vão continuar a afetar países como Madagáscar, Malaui e Moçambique, que associadas aos períodos de seca deverão dificultar as colheitas. 

O Iraque e a Síria, devido aos conflitos armados que atravessam, também são países que enfrentam uma crise alimentar devido à escassez de víveres e da produção agrícola, à semelhança do que sucede com a Coreia do Norte, Iémen e Afeganistão. 

Os outros países que enfrentam uma situação idêntica, concentrados na região do Caribe, são El Salvador, Haiti e Honduras, onde as secas comprometeram a produção de milho e cereais, adianta o estudo.

 
Lusa
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.