sicnot

Perfil

Mundo

Resgatadas quase 400 famílias cercadas por cheias em Moçambique

Trezentas e noventa famílias sitiadas há duas semanas por inundações em Marromeu, nordeste de Sofala, centro de Moçambique, foram "resgatadas com sucesso" e realojadas em três centros de acomodação, disse hoje à Lusa o administrador local.

(arquivo)

(arquivo)

ASSOCIATED PRESS

Simões Zalembessa disse que 1.670 pessoas foram abaladas por chuvas fortes em meados de fevereiro na zona de Malingapansi, a 70 quilómetros da sede distrital de Marromeu, tendo recorrido a pequenas colinas que ficaram isoladas pelas águas, mas só na semana passada foi iniciado o resgate devido à chegada tardia da informação.

"Ao contrário do que acontece, desta vez não foi o transbordo do rio Zambeze que assolou Malingapansi, mas sim o excesso de chuvas que desceram da Reserva Especial de Búfalo, tendo provocado o isolamento total da zona", explicou à Lusa Simões o administrador de Marromeu, esclarecendo que o acesso à zona é assegurado apenas via fluvial.

Uma equipa multissetorial, que inclui o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC) de Sofala e o Governo local, envolvendo quatro embarcações, liderou a operação de resgate, estando a proporcionar assistência às vitimas.

"Agora, as pessoas estão nas zonas razoavelmente seguras e a maior preocupação é o saneamento do meio, para evitar a eclosão de doença nos três centros", precisou Simões Zalembessa, adiantando que foi iniciada a abertura de latrinas e a distribuição de purificadores de águas e material de higiene.

Malingapansi é uma região situada na foz do rio Zambeze, sofrendo muitas vezes as consequências do aumento do caudal daquele curso de água por ser um pântano.


Lusa
  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.