sicnot

Perfil

Mundo

Chineses constroem arranha-céus de 57 andares em 19 dias

A construtora chinesa Broad Sustainable Building, especializada em edifícios pré-fabricados, conseguiu construir um arranha-céus de 57 andares em apenas 19 dias na cidade de Changsha, no centro do país, informou a empresa no seu portal oficial na Internet.

Neste vídeo, disponível no YouTube, a empresa, com sede na mesma cidade, mostra em quatro minutos como se desenvolveu a construção, com os operários a montarem três andares por dia.



O edifício, de 186.000 metros quadrados, com capacidade para 800 apartamentos, é o mais alto que a empresa conseguiu edificar até ao momento.


Em 2010, a Broad Sustainable Building erigiu um hotel de 15 andares em 48 dias e no ano seguinte conseguiu aquela que era a sua maior conquista até agora: outro hotel, de 30 pisos, que construiu em 15 dias.


Zhang Xianmin, um dos arquitetos da empresa, salientou o método usado: a construção em módulos. Além de mais rápida, é mais sustentável face às técnicas tradicionais, já que reduz o uso de cimento.   


Broad Sustainable Building é a empresa que propôs construir, também na cidade de Changsha, o projeto "Sky City", que pretende ser o arranha-céus mais alto do mundo, com 220 pisos.


Contudo, esse projeto está atualmente paralisado devido a problemas relacionados com a aprovação oficial e dúvidas sobre a viabilidade económica ou a segurança do edifício.

Lusa

  • "Desisto com muita dificuldade, só abandono a liderança se houver rebelião"
    2:39
  • Como um tweet de Kylie Jenner levou à queda das ações do Snapchat

    Economia

    As ações da Snap Inc., empresa que gere o Snapchat, fecharam a cair 6% na bolsa de Wall Street, esta quinta-feira, depois de Kylie Jenner ter anunciado que tinha deixado de usar a aplicação. A celebridade norte-americana tem mais de 24 milhões de seguidores e é considerada uma das utilizadoras mais influentes do Snapchat.

  • Arqueólogos anunciam descoberta de selo com assinatura do profeta Isaías

    Mundo

    Arqueólogos israelitas afirmam ter descoberto a marca de um selo num pedaço de argila que exibe o que consideram ser a assinatura do profeta bíblico Isaías, a quem se atribui a autoria de um livro do Antigo Testamento e de vários excertos do Novo Testamento. O achado arqueológico agora divulgado poderá ser a primeira prova da existência do profeta Isaías até agora encontrada. A descoberta aconteceu em Jerusalém, próximo do local onde foi encontrada um outro selo com a impressão da assinatura do rei Ezequias de Judá.

  • Escolas da Portela e Moscavide degradadas e com amianto
    3:00
  • Marcelo de "alma cheia" no fim da visita a São Tomé e Príncipe
    2:43

    País

    O Presidente da República terminou esta quinta-feira no Príncipe uma visita de três dias a São Tomé. Marcelo Rebelo de Sousa prometeu o reforço da cooperação económica e anunciou a visita de António Costa antes do Verão. e lembrou os políticos portugueses de que é muito mais o que nos une, do que o que nos separa.

    Enviados SIC

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00