sicnot

Perfil

Mundo

Dezenas de árabes israelitas nas fileiras do Estado Islâmico

O ministro da Defesa israelita, Moshé Yaalon, afirmou hoje que dezenas de árabes israelitas se juntaram ao grupo extremista Estado Islâmico (EI).

© Ammar Awad / Reuters

"Várias dezenas de árabes israelitas alistaram-se no Estado Islâmico e partiram para os combates [na Síria e no Iraque], dos quais alguns foram mortos, outros presos no regresso a casa ou antes de partir, mas não se trata de um fenómeno generalizado entre os árabes israelitas", disse o ministro à rádio pública.

Moshé Yaalon desmentiu, porém, as acusações de que o árabe israelita que EI anunciou ter executado espiava a favor dos serviços secretos israelitas.

"Este árabe israelita não tem nada ver com a Mossad nem com qualquer outra instituição ligada à segurança em Israel", disse o ministro.

Num vídeo, com cerca de 13 minutos, divulgado na terça-feira pelo EI, pode ver-se um menor de idade vestido com uniforme militar, que alegadamente dispara contra a vítima, que está junto de um adulto do grupo.

A comunidade de árabes israelitas é composta atualmente por mais de 1,4 milhões de pessoas, ou seja, um quinto da população.


Lusa
  • Três irmãos resgatados dos escombros em Itália
    1:24
  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".

  • Governo quer entregar OE 2018 a 13 de outubro
    1:33
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.