sicnot

Perfil

Mundo

Maduro ordena "exercício militar defensivo especial" após sanções dos EUA

O Presidente Nicolás Maduro disse hoje que ordenou a realização de um "exercício militar defensivo especial", em resposta à imposição de sanções dos EUA contra funcionários venezuelanos e da declaração que a Venezuela é uma "ameaça" para a segurança norte-americana.

reuters

"Ordenei, no quadro do plano de exercícios militares de 2015, fazer um exercício militar defensivo especial, no próximo sábado, 14 de março", disse.

Nicolás Maduro falava durante uma alocução na Assembleia Nacional (parlamento), transmitida em simultâneo pelas rádios e televisões do país, durante a qual solicitou ao parlamento a aprovação de poderes especiais para legislar por decreto para garantir a paz do país e contra o imperialismo norte-americano.

Maduro convidou todos os cidadãos a apoiar as Forças Armadas e a Milícia Nacional venezuelana, em todas as regiões do país, vincando que ele próprio dirigirá pessoalmente o exercício porque a Venezuela "tem que estar preparada, porque não pode ser jamais uma Líbia ou um Iraque".

 O Presidente dos EUA, Barack Obama, ordenou na segunda-feira a aplicação de novas sanções a sete altos responsáveis venezuelanos, atuais e antigos, que acusa de violação dos direitos humanos.

As sanções a aplicar aos quadros venezuelanos, entre os quais o diretor-geral dos serviços secretos e o diretor da polícia nacional, incidem sobre a proibição de entrada nos Estados Unidos e congelamento de bens.

Obama declarou igualmente que existe uma situação de "emergência nacional" nos Estados Unidos devido ao "extraordinário risco" que representa a situação na Venezuela para a segurança norte-americana.


  • Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já têm cadastro
    1:59

    Crise no Sporting

    Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já foram condenados por 22 crimes que cometeram no passado, mas nunca nenhum deles cumpriu pena de prisão ou prisão domiciliária. O juiz decretou a prisão preventiva na sequência das agressões à equipa do Sporting por entender que se tratou de um comportamento chocante, terrorista e a perversão do espírito desportivo.

  • Está a pensar ir à praia? Não se esqueça do guarda-chuva
    0:43
  • Abate de animais nos canis proibido a partir de setembro
    1:35

    País

    O abate de animais nos canis passa a ser proibido a partir de setembro. Só em 2017, foram mortos cerca de 12 mil cães e gatos, uma média de um abate por hora. O Governo lançou um programa de incentivos financeiros de um milhão de euros, que ainda está a decorrer.

  • Cabazes solidários oferecidos pelo Governo encontrados no lixo
    0:57
  • Colheita da cereja já arrancou no Fundão
    1:54

    País

    A colheita das primeiras cerejas da época já começou no Fundão. A campanha atrasou um mês em relação a anos anteriores, por causa do inverno que se prolongou, mas os produtores garantem que o fruto é de qualidade.