sicnot

Perfil

Mundo

Primeiro-ministro canadiano diz que véu usado por muçulmanas é "anti-mulheres"

O primeiro-ministro do Canadá, Stephen Harper, voltou a criticar o niqab, véu usado por mulheres muçulmanas para cobrirem o rosto, considerando-o um produto de uma cultura que é "anti-mulheres". 

© Chris Wattie / Reuters

O chefe do Governo conservador retomou na terça-feira, no parlamento, as críticas contra o niqab, com o líder liberal Justin Trudeau a acusá-lo e ao seu Governo de "alimentarem um preconceito contra os muçulmanos". 

Entre outras críticas, Trudeau lembrou as declarações do ministro da Imigração, Chris Alexander, que considerou o hijab (lenço que cobre os cabelos) algo que "vai contra os princípios dos valores canadianos".

Harper ignorou as críticas e reiterou a sua afirmação forte do mês passado em que considerou "ofensivo" alguém utilizar um niqab enquanto está a efetuar o juramento na cerimónia de cidadania. 

Stephen Harper afirmou que Trudeau "parece não entender a razão por que quase todos os canadianos se opõem ao uso de vestuário que cobre o rosto durante as cerimónias de cidadania". 

A polémica surgiu depois de um tribunal canadiano ter dado razão a uma mulher muçulmana que exigiu usar o niqab durante a cerimónia de atribuição de cidadania canadiana.

O primeiro-ministro afirmou que o Governo vai recorrer desta decisão por considerar que se trata de uma questão de segurança. 

No parlamento, o deputado do NDP Charlie Angus acusou Harper de caracterizar "toda uma religião" como anti-mulheres: "Se fosse um canadiano muçulmano, ficaria muito, mas muito preocupado com a polémica criada pelo nosso primeiro-ministro com este tipo de discurso", referiu. 

Justin Trudeau também advertiu que o Governo está a utilizar a mesma política que levou a algumas das "atitudes mais vergonhosas" no passado, relativamente à imigração judaica nos anos 1930 e 1940. 

Na altura, os judeus canadianos foram submetidos a quotas no acesso à universidade, forem impedidos de entrar em clubes sociais, empresas e em parques públicos.

Lusa
  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.