sicnot

Perfil

Mundo

Protestos contra austeridade juntam cerca de 9 mil pesssoas em Bruxelas

Cerca de 9 mil pessoas protestaram esta quarta-feira em Bruxelas contra as medidas de austeridade do governo. Os manifestantes exigem que o executivo mude as políticas fiscais, de emprego e nos serviços públicos. 

© Eric Vidal / Reuters

Os discursos dos líderes sindicais foram várias vezes interrompidos pelos assobios da multidão ao governo ou pelo rebentamento de alguns petardos. Já foram entretanto convocados novos protestos para as próximas semanas. 

Manifestações que se repetem depois do governo belga ter decidido no final do ano passado, aumentar a idade da reforma dos trabalhadores e cortar cerca de 8 mil milhões de euros nos orçamentos da saúde e da segurança social deste ano.


  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é de Lisboa e há uma outra portuguesa, a sua neta, desaparecida. Esta madrugada em Cambrils, cinco suspeitos foram abatidos e outra pessoa acabou por morrer, num segundo ataque. Há quatro detenções confirmadas. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Vídeo mostra passagem da carrinha a alta velocidade nas Ramblas
    0:33

    Ataque em Barcelona

    O jornal espanhol El Pais divulgou hoje  as primeiras imagens da carrinha que matou 13 pessoas e feriu mais de 100 em Barcelona. O vídeo foi registado por  uma câmara de videovigilância de um museu nas Ramblas. Mostra pessoas a desviarem antes da passagem rápida da carrinha branca. Esta terá sido a parte final do percurso feito pelo veículo.

  • Autoridades acreditam que suspeito do ataque nas Ramblas pertence a célula terrorista
    1:36
  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Nível de ameaça terrorista em Portugal continua moderado
    1:31

    Ataque em Barcelona

    O primeiro-ministro garantiu hoje que, para já, o nível de ameaça terrorista em Portugal não vai ser alterado (o nível está no 4 em 5). Já o Presidente da República disse que não há tolerância possível e garante que há medidas preparadas caso o mesmo cenário venha a acontecer em Portugal.

  • Vento e calor provocam reacendimentos em Mação
    1:55