sicnot

Perfil

Mundo

PIB da Irlanda aumentou 4,8% em 2014 graças às exportações

O Produto Interno Bruto (PIB) da Irlanda cresceu 4,8% em 2014 graças ao aumento de 10,5% das exportações, informou hoje a agência central de estatística irlandesa (CSO). 

1921 - Tréguas entre a Inglaterra e o Sinn Fein, na Irlanda.

1921 - Tréguas entre a Inglaterra e o Sinn Fein, na Irlanda.

© Kevin Lamarque / Reuters

A análise preliminar de 2014 do Produto Nacional Bruto (PNB), que exclui a produção das multinacionais e que, para muitos, é um indicador económico mais fiável, avançou 5,2%.

Durante o último trimestre de 2014, adianta o comunicado, o PIB só cresceu 0,2% face ao período anterior, enquanto o PNB aumentou 2,3%. 

Além das exportações - motor da economia irlandesa - terem aumentado 10,5%, a procura interna, chave para a criação de emprego, também subiu 3,5% no ano passado. 

A CSO sublinha que todos os setores da economia registaram crescimento, em particular o dos transportes e comunicações (8%). 

A atividade do setor da construção expandiu-se 7%, a da agricultura 10% e a de "outros serviços" 3,4%. 

Os especialistas sustentam que a Irlanda beneficiou no ano passado com o bom andamento das economias dos Estados Unidos e do Reino Unido, tradicionalmente os seus principais sócios comerciais, e com a desvalorização do euro face ao dólar e à libra esterlina. 

Neste contexto, o Banco Central Irlandês (ICB) elevou as previsões para a economia nacional e prevê que o PIB cresça 3,7% em 2015, mais três décimas que o estimado anteriormente. 

Depois de abandonar em dezembro de 2013 o resgate solicitado três anos antes à União Europeia (UE) e o FMI, no valor de 85.000 milhões de euros, o ICB indicou que o atual crescimento da economia irlandesa é "equilibrado", com fortes contribuições das exportações e a procura interna. 

Com Lusa
  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.