sicnot

Perfil

Mundo

Quase 200 crianças com sarna na província angolana do Huambo

Um surto de sarna afetou 197 crianças menores de dez anos no município da Caala, província angolana do Huambo, situação que está a preocupar as autoridades sanitárias locais. 

Ap images

Segundo o chefe de repartição de saúde da Caala, Albino Ernesto, os casos foram detetados esta semana durante uma ronda sanitária realizada em quatro aldeias daquela localidade.

O responsável avançou que nos próximos dez dias, nove equipas de médicos, agentes sanitários e técnicos de saúde vão efetuar visitas às 339 aldeias da Caala, para encontrar estratégias de combate ao surto de sarna.

"Vamos trabalhar no sentido de se combater a sarna nessa circunscrição, através do fomento de boas práticas de higiene, do uso correto da água (uso de água tratada), da distribuição de quites básicos de material de higienização e medicamentos", disse Albino Ernesto, citado hoje pela agência noticiosa angolana, Angop.

Albino Ernesto referiu que o uso de água não tratada nessas comunidades rurais pode ser a causa desse surto de sarna, uma doença de pele altamente contagiosa e causada por um parasita, caracteriza-se por coceira intensa.


Lusa
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Costa confiante no crescimento da economia e das exportações
    1:09

    Economia

    O primeiro-ministro manifestou confiança no crescimento da economia e das exportações. À margem da cerimónia dos 25 anos da Auto Europa em Portugal, António Costa deu vários exemplos de investimento estrangeiro, feito nas últimas semanas no país, e disse que os dados económicos recentes são positivos.

  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47
  • Turista italiano assassinado em favela do Rio de Janeiro
    1:01

    Mundo

    Um turista italiano de 52 anos foi assassinado numa favela do Rio de Janeiro, no Brasil, enquanto viajava com um amigo. Após várias horas com o gangue autor do crime, o amigo que se encontrava com a vítima acabou por ser libertado.