sicnot

Perfil

Mundo

Número de mortos em acidente de autocarro revisto de 55 para 49

As autoridades brasileiras reviram, esta madrugada, de 55 para 49 o número de mortes na sequência de um acidente com um autocarro, ocorrido no sábado, em Campo Alegre, no estado de Santa Catarina, no sul do país. 

googlemaps

Segundo o coordenador regional da Defesa Civil, Antonio Edival Pereira, 48 pessoas morreram no local do sinistro e outra no hospital, indica o jornal A Notícia.

Duas pessoas continuam encarceradas no interior do autocarro que seguia numa zona montanhosa, a 235 quilómetros de Florianópolis, quando se despistou e caiu de uma ribanceira com cerca de 400 metros.

As autoridades locais tinham informado anteriormente que 55 pessoas tinham perdido a vida no acidente do passado sábado.

Entre as vítimas mortais figuram oito crianças e 24 mulheres, indicou a porta-voz do governo regional Ana Paula Keller à agência AFP. 

Uma dezena de feridos foram transportados para vários hospitais da região, com múltiplas fraturas.

De acordo com o mesmo jornal, os passageiros pertenciam a uma comunidade evangélica que se dirigia para a cidade de Guaratuba, no estado do Paraná, para participar num ato religioso.

O acidente ocorreu numa curva fechada da Serra Dona Francisca, uma região turística do norte de Santa Catarina.

Nas operações de salvamento participam cerca de 100 pessoas, apoiadas por viaturas da polícia e bombeiros, bem como por um helicóptero.

LUSA
  • O que aprendemos com secas anteriores?
    32:50
  • Primeira casa reconstruída de raiz depois dos incêndios de Pedrógão já foi entregue
    1:49
  • Saiba que efeitos causam os diferentes tipos de bebidas alcoólicas

    Mundo

    As diferentes bebidas alcoólicas alteram e moldam o estado de espírito de formas distintas, concluiu um estudo científico sobre consumo de álcool e emoções. Segundo esta pesquisa, quem ingere bebidas espirituosas pode sentir-se irritado, sexy ou triste, enquanto quem opta pelo vinho tinto ou cerveja terá mais probabilidade de se sentir descontraído.