sicnot

Perfil

Mundo

Putin reaparece em público e desvaloriza rumores

O Presidente russo, Vladimir Putin, desvalorizou hoje os rumores sobre a sua saúde e paradeiro ao reaparecer em público depois de uma inabitual ausência de dez dias.

Putin, hoje

Putin, hoje

© POOL New / Reuters

"Ficaríamos aborrecidos se não houvesse rumores", disse Putin à imprensa após um encontro com o presidente do Quirguistão, Almazbek Atambaev, no Palácio de Constantino, em São Petersburgo.

O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, deu por seu lado uma resposta irónica sobre os rumores, que foram desde uma doença ou a morte de Putin, a um golpe de Estado ou uma viagem à Suíça para assistir ao nascimento de um filho.

"Bom, todos viram um presidente paralisado, raptado por generais e que chegou de avião da Suíça onde foi para um parto... Não queremos falar mais desse assunto, está tudo bem", disse.

Numa aparente tentativa para atestar a boa forma de Putin, o Presidente quirguiz disse que Putin, 62 anos, lhe mostrou pessoalmente o palácio: "O Presidente russo não só anda como corre enquanto passeia os convidados", disse Atambaev.

Vladimir Putin, frequentemente presente nos 'media' russos, não aparecia em público desde 05 de março, quando deu uma conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi.

Na semana passada, o Presidente cancelou parte importante da sua agenda, incluindo uma viagem ao Cazaquistão para um encontro trilateral com os Presidentes cazaque e bielorrusso e a assinatura de um acordo de cooperação com a região separatistas georgiana da Ossétia do Sul.


Lusa
  • Suécia conquista primeira vitória no Mundial frente à República da Coreia (1-0)

    Mundial 2018 / Suécia

    Depois de uma ausência de 12 anos nos campeonatos do mundo, a Suécia volta e começa a ganhar. Um penálti de Andreas Granqvist aos 65 minutos garantiu a vitória frente à República da Coreia na fase de grupos do Mundial. As equipas jogam pelo grupo F, onde também estão a Alemanha e o México. Veja aqui o golo e os lances da partida.

  • Três mortos e mais de 200 feridos do sismo no Japão
    1:07

    Mundo

    Pelo menos três pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas na sequência de um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter que atingiu hoje a região oeste do Japão, segundo um novo balanço das autoridades nipónicas. Uma das vítimas mortais era uma criança de 9 anos.