sicnot

Perfil

Mundo

Putin reaparece em público e desvaloriza rumores

O Presidente russo, Vladimir Putin, desvalorizou hoje os rumores sobre a sua saúde e paradeiro ao reaparecer em público depois de uma inabitual ausência de dez dias.

Putin, hoje

Putin, hoje

© POOL New / Reuters

"Ficaríamos aborrecidos se não houvesse rumores", disse Putin à imprensa após um encontro com o presidente do Quirguistão, Almazbek Atambaev, no Palácio de Constantino, em São Petersburgo.

O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, deu por seu lado uma resposta irónica sobre os rumores, que foram desde uma doença ou a morte de Putin, a um golpe de Estado ou uma viagem à Suíça para assistir ao nascimento de um filho.

"Bom, todos viram um presidente paralisado, raptado por generais e que chegou de avião da Suíça onde foi para um parto... Não queremos falar mais desse assunto, está tudo bem", disse.

Numa aparente tentativa para atestar a boa forma de Putin, o Presidente quirguiz disse que Putin, 62 anos, lhe mostrou pessoalmente o palácio: "O Presidente russo não só anda como corre enquanto passeia os convidados", disse Atambaev.

Vladimir Putin, frequentemente presente nos 'media' russos, não aparecia em público desde 05 de março, quando deu uma conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi.

Na semana passada, o Presidente cancelou parte importante da sua agenda, incluindo uma viagem ao Cazaquistão para um encontro trilateral com os Presidentes cazaque e bielorrusso e a assinatura de um acordo de cooperação com a região separatistas georgiana da Ossétia do Sul.


Lusa
  • Escritor e filólogo Frederico Lourenço distinguido com o Prémio Pessoa 2016

    Cultura

    O escritor, tradutor, professor universitário Frederico Lourenço foi distinguido com o Prémio Pessoa 2016. O anúncio foi feito hoje pelo presidente do júri, Francisco Pinto Balsemão, no Palácio de Seteais, em Sintra, sublinhando que a atividade de Frederico Lourenço tem como "traço singular" ter oferecido "à língua portuguesa as grandes obras de literatura clássica".

  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional. O ministro garante que o programa vai ser executado em 2017 e que este ano serviu para tomar medidas no sentido dessa implementação. Vieira da Silva assegura também que o montante disponível para o programa não foi desperdiçado e vai poder ser usado.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Explosão no Cairo faz seis mortos

    Mundo

    Seis pessoas morreram hoje numa explosão junto a um posto de controlo da polícia no Cairo, indicaram os meios de comunicação social e responsáveis egípcios.