sicnot

Perfil

Mundo

Irão diz que acordo sobre nuclear está próximo, Estados Unidos mais cautelosos

O Irão diz ter resolvido com os Estados Unidos "90 por cento das questões técnicas" sobre o programa nuclear, mas Washington reitera que hipóteses de acordo se mantêm nos 50 por cento.

© Brian Snyder / Reuters

As negociações bilaterais entre Irão e Estados Unidos sobre a questão nuclear, que estão a decorrer em Lausanne, na Suíça, devem estar concluídas até final do mês.

A partir de Teerão, Ali Akbar Salehi, chefe da Organização de Energia Atómica Iraniana, disse hoje, citado pela página na internet da televisão estatal, que "90 por cento das questões técnicas" estão resolvidas.

De acordo com o mesmo responsável, persistem "divergências apenas sobre uma questão maior", que vão "tentar resolver no encontro desta noite" entre os chefes da diplomacia dos dois países, Muhammad Javad Zarif e John Kerry, que hoje estiveram reunidos durante quatro horas.

Do lado dos Estados Unidos, o otimismo é mais refreado, com um porta-voz da Casa Branca a dizer que, para o Presidente Barack Obama, as hipóteses de se chegar a um acordo permanecem nos 50 por cento.

"A probabilidade de se atingir um acordo não se alterou", afirmou Josh Earnest. "O cenário, na melhor das hipóteses, é de 50/50", concretizou.

O Irão e as potências do Grupo 5+1 (EUA, China, Rússia, França, Reino Unido e Alemanha) tentam chegar a um acordo de princípio sobre o programa nuclear de Teerão até 31 de março.

A intenção é autorizar algumas atividades nucleares civis, mas impedir Teerão de adquirir uma arma atómicas através do seu controverso programa nuclear, sendo que, em troca dessa garantia, as sanções internacionais sobre a economia iraniana seriam gradualmente levantadas.

Lusa

  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.

  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.