sicnot

Perfil

Mundo

Reino Unido vai criar maior área mundial de proteção marinha no Oceano Pacífico

O Reino Unido anunciou hoje que vai criar uma zona de proteção marinha no Oceano Pacífico, com um tamanho equivalente à soma das áreas de França e da Alemanha, o que a torna a maior do género.

© Jason Reed / Reuters

A reserva vai ser criada em torno do arquipélago das Ilhas Pitcairn, um território ultramarino britânico que é habitado pelos descendentes dos marinheiros que fizeram o famoso motim no navio Bounty, em 1789.

"O governo tenciona avançar com a designação de uma APM (Área de Proteção Marinha) em torno de Pitcairn", está escrito no projeto de orçamento para 2015 apresentado pelo ministro das Finanças, George Osborne, no parlamento.

Mas o governo adiantou que uma decisão final iria depender de acordos para a monitorização por satélite de uma vasta área, para impedir descargas de pescado ilegal, e de patrulhas navais. 

A organização não-governamental dos EUA que liderou a campanha para a criação da reserva, a Pew Charitable Trusts, adiantou que a área teria uma extensão de 834.334 quilómetros quadrados. 

No seu interior, alberga pelo menos 1.249 espécies de mamíferos marinhos, pássaros e peixes e inclui a planta que vive à maior profundidade conhecida, uma alga marinha que já foi descoberta a uma profundidade de 382 metros. 

"A nova reserva protege alguns dos 'habitats' oceânicos mais antigos na Terra", destacou a Pew, em comunicado. 

Em 2013, a Pew, a National Geographic e um órgão eleito local neste remoto arquipélago, o Conselho da Ilha Pitcairn, apresentaram uma proposta para a criação da reserva. 

"A Reserva Marinha das Ilhas Pitcairn vai criar um refúgio no oceano virgem para proteger e conservar uma vida marinha rica", disse Matt Rand, diretor do projeto Herança do Oceano Global, desenvolvido pela Pew. 

Pitcairn foi colonizada em 1789 pelos amotinados do navio britânico Bounty, que deixaram o capitão da embarcação, William Bligh, à deriva no Pacífico Sul. 

Muitas das famílias dos amotinados mudaram-se entretanto de Pitcairn, uma ilha com cinco quilómetros quadrados entre a Nova Zelândia e o Chile, para a ilha maior de Norfolk, em 1856. 

Enric Sala, um explorador da National Geographic, que integrou uma expedição científica que visitou as ilhas, disse que a decisão "vai proteger a verdadeira dádiva (um dos significados de 'bounty') das Ilhas Pitcairn, uma grande quantidade de vida marinha única nos envolventes e prístinos mares". 

Lusa
  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Já há destinos esgotados para o Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • As crianças que estão a morrer à fome em África

    Mundo

    A UNICEF alertou esta terça-feira que a má nutrição aguda que afeta a Nigéria, Somália, Sudão do Sul e Iémen coloca este ano em "iminente" risco de morte 1,4 milhões de crianças devido à fome que existe naqueles países. São milhares de casos de um incessante desespero numa luta diária pela sobrevivência.

  • Cães desfilam no Rio de Janeiro
    1:00

    Mundo

    O tradicional cortejo de Carnaval brasileiro só acontece daqui a uns dias, mas no Rio de Janeiro já há inúmeros desfiles pelas ruas. Na praia de Copacabana, os animais mascararam-se de humanos.