sicnot

Perfil

Mundo

Sismo de magnitude 6.3 abala região sul do Chile

Um sismo de 6,3 graus de magnitude na escala aberta de Richter foi sentido esta quarta-feira nas regiões do sul do Chile de O'Higgins, Maule, Bio Bio e La Araucania, onde estão cerca de 40 cidades e localidades.

O Centro Sismológico Nacional da Universidade do Chile indicou que o fenómeno telúrico foi sentido às 15:27 locais (18:27 de Lisboa) e se situou a 119 quilómetros a oeste de Cobquecura, a 413 quilómetros a sul de Santiago e a 22,2 quilómetros de profundidade. (Arquivo)

O Centro Sismológico Nacional da Universidade do Chile indicou que o fenómeno telúrico foi sentido às 15:27 locais (18:27 de Lisboa) e se situou a 119 quilómetros a oeste de Cobquecura, a 413 quilómetros a sul de Santiago e a 22,2 quilómetros de profundidade. (Arquivo)

© Ivan Alvarado / Reuters

Os primeiros relatos do abalo, que ocorreu no Oceano Pacífico, não dão conta de vítimas nem de estragos materiais. 

O Centro Sismológico Nacional da Universidade do Chile indicou que o fenómeno telúrico foi sentido às 15:27 locais (18:27 de Lisboa) e se situou a 119 quilómetros a oeste de Cobquecura, a 413 quilómetros a sul de Santiago e a 22,2 quilómetros de profundidade.

O Serviço Hidrográfico e Oceanográfico da Armada afastou a possibilidade de o tremor de terra causar um maremoto que afete as costas chilenas. 

Por seu turno, o Serviço Nacional de Emergência, que depende do Ministério da Interior, indicou que o sismo flutuou entre os cinco e os três graus da escala internacional de Mercalli, que vai de um a 12.

Um sismo com uma magnitude entre 6,0 e 6,9 como este é considerado "forte".

A escala de Richter tem uma escala logarítmica, em que cada aumento de número inteiro -- de cinco para seis, por exemplo - representa a decuplicação da amplitude e, em termos de energia, a libertação de uma quantidade 31 vezes superior ao do número inteiro anterior.  
Lusa
  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.