sicnot

Perfil

Mundo

Patas de urso e carne de tigre no menu para turistas chineses no Laos denuncia ONG

Um complexo turístico no norte do Laos, na fronteira com a China, vende patas de urso e carne de tigre, denunciou hoje uma organização não-governamental. 

© Bogdan Cristel / Reuters

Os turistas chineses que visitam o complexo instalado na província de Bokeo, na região do Triângulo Dourado, "podem livremente comprar produtos de espécies ameaçadas", denunciou num relatório a Environmental Investigation Agency (EIA), sedeada em Londres.


O Laos tornou-se um destino cada vez mais popular para o turismo ligado ao comércio de espécies animais ameaçadas, tirando partido da crença de que a sua carne ou ossos podem ser afrodisíacos ou medicamentos naturais, escreve a AFP.


A EIA apela às autoridades do Laos a acabarem com este comércio de animais naquela zona económica especial dominada pelos investimentos chineses. 


Esta zona do Laos está reduzida a "uma extensão da China", com sinalética em mandarim e um grande número de empregados chineses, acrescentou a organização, ao apelar também a medidas de Pequim no combate ao tráfico.


Lusa

  • Hoje é notícia

    País

    O Governo apresenta hoje, em Lisboa, o pacote legislativo da Nova Geração de Políticas de Habitação, em que se destacam quatro novos instrumentos para responder às carências habitacionais e para promover o arrendamento acessível e a coesão territorial.