sicnot

Perfil

Mundo

Patas de urso e carne de tigre no menu para turistas chineses no Laos denuncia ONG

Um complexo turístico no norte do Laos, na fronteira com a China, vende patas de urso e carne de tigre, denunciou hoje uma organização não-governamental. 

© Bogdan Cristel / Reuters

Os turistas chineses que visitam o complexo instalado na província de Bokeo, na região do Triângulo Dourado, "podem livremente comprar produtos de espécies ameaçadas", denunciou num relatório a Environmental Investigation Agency (EIA), sedeada em Londres.


O Laos tornou-se um destino cada vez mais popular para o turismo ligado ao comércio de espécies animais ameaçadas, tirando partido da crença de que a sua carne ou ossos podem ser afrodisíacos ou medicamentos naturais, escreve a AFP.


A EIA apela às autoridades do Laos a acabarem com este comércio de animais naquela zona económica especial dominada pelos investimentos chineses. 


Esta zona do Laos está reduzida a "uma extensão da China", com sinalética em mandarim e um grande número de empregados chineses, acrescentou a organização, ao apelar também a medidas de Pequim no combate ao tráfico.


Lusa

  • Primeiro-ministro hoje na cidade da Praia 

    País

    O primeiro-ministro, António Costa, está hoje em Cabo Verde para a a IV cimeira bilateral entre Portugal e aquele país africano, aproveitando a passagem pela cidade da Praia para inaugurar a escola portuguesa.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.